Nota do Sinpro-DF em apoio aos deputados distritais atacados por Rollemberg

12 set 2017

O Sinpro-DF vem a público se solidarizar com os deputados distritais difamados pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), e repudiar o gesto do governador que, em vez de buscar efetivar uma gestão pública eficiente e eficaz, vai para a mídia desqualificar pessoas que defendem o interesse público.

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense de domingo, 10, o governador Rollemberg classificou de má-fé a atitude dos deputados distritais Ricardo Vale e Wasny de Roure, ambos do PT, por defenderem a qualidade dos serviços públicos distritais e o direito à aposentadoria dos servidores públicos do Distrito Federal.

O governo Rollemberg tenta desmoralizar, sobretudo, o deputado distrital Wasny de Roure, porque o parlamentar impediu que interesses subjetivos privados atropelassem as normas da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) para impor a tentativa escandalosa e arbitrária de autorizar, por meio do Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 122/17, o desmonte da previdência do funcionalismo do Governo do Distrito Federal (GDF).

O Sinpro-DF entende que, ao contrário da afirmação do governador, o deputado Wasny de Roure, num gesto de coragem, respeito e compromisso com a população do DF, agiu de boa-fé ao acionar a Justiça para suspender, no dia 5 de setembro, a sessão plenária que votaria, às pressas, sem nenhuma discussão e transparência, uma reforma da previdência local, cujo objetivo mesquinho é tão somente o de se apropriar, indevidamente, dos recursos financeiros do Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev-DF).

No entendimento do Sinpro-DF, os deputados, na pessoa de Wasny de Roure, agiram unicamente de boa-fé, em defesa do patrimônio público e dentro da lei. Para Roure, aprovar um PLC que visa a desviar os recursos financeiros do Iprev-DF para pagar a conta da má gestão pública realizada por este governo é comprometer o futuro dos aposentados.

O Sinpro-DF tem denunciado, insistentemente, a gravidade do PLC 122/17 e demonstrado o quanto ele é fraudulento, no que diz respeito aos interesses privados embutidos em cada um de seus artigos, e o quanto é prejudicial aos servidores e ao Distrito Federal, cuja economia é movida pelos salários do funcionalismo público distrital e federal.

Parabenizamos a bancada dos deputados Wasny de Roure e Ricardo Valle, os quais, com respeito e compromisso, agiram rápido e, graças a eles, a CLDF foi impedida de colaborar com o cometimento de um desastre assustador ainda maior nas contas públicas do GDF. A judicialização dessa votação demostra a coragem desses deputados de confrontarem tal proposta escandalosa.

Diante disso, o Sinpro-DF registra aqui sua indignação ao ver o governador do DF ir à mídia local utilizar um expediente tacanho para fazer valer interesses subjetivos e aleatórios. Reafirmamos também nossa unidade e parceria com Wasny de Roure e demais deputados que apoiam a luta da categoria docente e dos servidores para garantir o futuro e o direito à aposentadoria.