Sobe para 34 o número de presos em operação contra corrupção nos Bombeiros

12 set 2017

Pelo menos dois alvos da ação da Polícia Civil e do MP do Rio estariam viajando. Ao todo, são 38 mandados de prisão preventiva e 67 de busca e apreensão em casas, empresas e quartéis do Rio. Esquema venderia alvarás de funcionamento em Nova Iguaçu, Duque de Caxias e no Grupamento de Operações com Produtos Perigosos, além de Copacabana, Campinho, Jacarepaguá e Paracambi. Envolvidos com a corrupção, faziam diversas exigências para poder cobrar valor de empresários. Até um estádio de futebol teria sido liberado nesses termos.