Carta Aberta: Orientador Educacional

5 dez 2017

Ao Excelentíssimo Senhor Governador Rodrigo Rollemberg,
Hoje, 04 de dezembro de 2017, deveria ser um dia de comemoração, mas
nem tanto. No dia do Orientador Educacional, eu, que possuo todos os
requisitos para assumir este cargo na Secretaria de Educação do DF, tenho
o meu direito postergado. Foram anos de estudo, abdicações, gastos,
noites sem dormir e muita determinação para um concurso que está em
iminência do seu vencimento, apenas 17 meses. Somos 1053 aprovados
que aguardam ansiosamente pela nomeação e para que todos sejam
nomeados nesse curto prazo, seria necessário um grande quantitativo de
nomeações nos próximos meses, mas infelizmente, nossas esperanças
estão pequenas, como a primeira e a última nomeação de Orientadores
que ocorreu em 2016 – apenas 5 aprovados foram empossados. Sabemos
que o Senhor tem dado o seu melhor para que o DF saia da crise
econômica que abala o país e tantos outros Estados, e inclusive, a
possibilidade de diversas nomeações de outras categorias nos últimos
meses tem demonstrado que o Senhor está conseguindo isso, entretanto,
cada dia que passa é um dia a mais em que as escolas carecem do
Orientador Educacional, é um dia a mais em que as gestões escolares se
sobrecarregam acumulando funções, é um dia a mais em que os nossos
estudantes não são encaminhados para o bem, para o que é certo, é um
dia a mais em que as famílias não são assistidas, é um dia a mais em que
os nossos sonhos vão se reduzindo. Não venho por meio dessa carta
rechaçar o governo, ou culpá-lo pela falta de nomeações, mas dizer, que
nós, Orientadores Educacionais, estamos do seu lado, nossa intenção é
somar esforços como futuros servidores públicos, junto aos agentes
políticos, para a construção de uma educação pública de qualidade, por
isso, pedimos um olhar mais sensível por parte desta gestão em relação ao
Serviço de Orientação Educacional e as nomeações dos Pedagogos –
Orientadores aprovados no último certame, pois #BrasíliaNoRumoCerto
merece Orientadores Educacionais em todas as escolas.
Grande Abraço.
Janilton Oliveira
Professor e Orientador Educacional