Delegado da Polícia Civil morre durante teste físico da corporação

6 dez 2017

Morreu na tarde dessa terça-feira o delegado de polícia Fernando Marins Pinheiro, de 37 anos, durante um teste físico para participar do Curso de Operações Especiais promovido pela Academia de Polícia Civil (Acadepol) de Belo Horizonte.

Segundo a PCMG, Fernando havia entregado atestado médico e todos os exames que o autorizavam a ser submetido ao esforço físico proposto pelo teste. Atualmente, o delegado atuava na Delegacia Especializada de Investigação a Furtos e Roubos de Veículos (DEIFRVA).

A corporação lamentou o ocorrido por meio de nota e disse ter perdido um grande amigo. O texto, no entanto, não informa qual exercício Fernando fazia no momento da morte.

“A Chefia da Polícia Civil e todos os seus servidores estão extremamente consternados com essa fatalidade e aproveita a oportunidade para solidarizar-se com a família. A instituição perdeu um excelente profissional, mas seus servidores perderam não só um grande colega de trabalho, mas, também, um amigo”, diz a nota.

O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol-MG) diz que a entidade vai acompanhar de perto as investigações sobre a morte do servidor.

Fonte: PCMG