STF adia decisão que pode aniquilar Lava Jato

quarta-feira, 13 março, 2019 | 19:13

Compartilhe

Com placar de 2 votos a 1, em favor da remessa de investigações sobre corrupção para a Justiça Eleitoral, o Supremo suspendeu a sessão de julgamento.

Os ministros retomam nesta quinta-feira (14) análise, com os votos de Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli.

Até agora, votaram pela competência da Justiça Eleitoral Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. O único a divergir foi Edson Fachin, que supervisiona a Lava Jato na Corte. (Antagonista).

Redação

 


Deixe seu comentário