Para Caiado é fundamental a sintonia entre os dois governos para benefício da população goiana e brasiliense

quarta-feira, 10 outubro, 2018 | 19:19

Compartilhe

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), declarou nesta quarta-feira (10) apoio ao candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Ibaneis Rocha (MDB), durante entrevista ao Programa Balanço Geral DF, na TV Record.

Mais cedo, Caiado havia encontrado com o candidato do MDB.“Hoje pela manhã eu tive uma reunião longa com o candidato ao governo do Distrito Federal, o Ibaneis, e declarei apoio a ele. Pedi a todos os meus amigos, todas as cidades que têm eleitores em Brasília, que apoiem e elejam o Ibaneis para que amanhã nós tenhamos condições de ter uma interligação cada vez maior, uma capacidade de aglutinar ações”.

Para Caiado é fundamental uma sintonia entre os governos do Distrito Federal e de Goiás para garantir ações concretas que beneficiem a população goiana e brasiliense. Caiado acredita que uma postura de “queda de braço” entre os dois governos só prejudica o cidadão. Afirmou também que os dois governos unidos podem buscar ações, com apoio das bancadas de Goiás e DF no Congresso Nacional, junto ao governo Federal. ” O eleitor espera resultados efetivos dos novos governantes sem populismo e corrupção”

Entre os temas que para Caiado, necessitam ter uma convergência de ações, entre os dois governos, citou o caso do transporte público, em que há um fluxo intenso de passageiros entre o Entorno e Brasília e várias legislações diferentes. “Eu faço uma legislação em Goiás e o governador do Distrito Federal faz outra legislação aqui. Isso não funciona. Temos que deixar a vaidade de lado e entender quais são os pontos fundamentais para resolvermos o assunto do cidadão. E aí é fundamental nós termos sintonia com o próximo governador (do DF)”.

Sem citar nomes, Caiado deixou um recado. “O eleitor deixou claro uma coisa só nesse processo eleitoral que está aí.  É um ciclo que acabou, um ciclo do populismo, da politicagem, do enriquecimento ilícito, da corrupção”.

Poucas horas após as declarações, foi decretada a prisão do atual governador do Goiás o ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) teve mandado de prisão expedido durante o depoimento que prestava na Polícia Federal relacionado à operação Cash Delivery, que investiga o pagamento de propina durante campanhas eleitorais. (DP)


Deixe seu comentário