Secretaria de Educação nomeia 1.400 educadores sociais voluntários

0
3
Compartilhe

Eles auxiliam nas atividades do dia a dia das escolas, como formação, participação em atividades de apoio ao trabalho pedagógico e colônia de férias. E são orientados por uma equipe gestora. A ajuda de custo é de R$ 30,00 por dia para despesas com alimentação e transporte

Saiu a nomeação de mais 1.400 vagas para o programa Educadores Sociais Voluntários (ESV). A medida, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta terça-feira (14), contempla profissionais para escolas de todas as regiões do DF. No início de 2019, a Secretaria de Educação do DF já havia convocado outros 6 mil educadores.“Os ESVs são encaminhados às escolas e lá é que decide a área de mais necessidade para o profissional, dentro das atividades previstas para o cargo. Muitos deles vão ajudar a atender crianças com necessidades especiais, já que a rede pública teve um aumento de estudantes que precisam desse tipo de acompanhamento”, destaca Jackeline Aguiar, assessora do gabinete da Secretaria.Os educadores auxiliam nas atividades do dia a dia das escolas, como formação, socialização de experiências, participação em atividades de apoio ao trabalho pedagógico e colônia de férias. As atividades dos educadores ficam sob orientação e supervisão da equipe gestora. Neste ano, a ajuda de custo dos voluntários aumentou de R$ 27,00 para R$ 30,00 por dia para cobrir despesas com alimentação e transporte.

De acordo com a Secretaria de Educação, o trabalho dos ESVs será acompanhado pelo órgão para verificação das atividades desenvolvidas em cumprimento à portaria que instituiu o programa. Este ano não haverá mais processo seletivo para Educadores Sociais Voluntários. Todas as vagas serão preenchidas a partir do banco de pessoas cadastradas durante o processo seletivo feito no início de 2019.*Com informações da Secretaria de Educação