O açúcar mata mais que a pólvora

quinta-feira, 28 junho, 2018 | 07:54

Compartilhe
  • 17
    Shares

Ano passado quando essa notícia foi divulgada tomei a decisão de mudar minha forma de trabalhar com meus clientes de emagrecimento. A questão era muito maior de que ser magro ou não ser. Agora era questão de vida ou morte. Eu precisava abraçar essa causa e mostrar para meus clientes que o fato deles não conseguirem emagrecer era algo ligado ao sistema emocional, ao vício deles pelo açúcar e ao cérebro sabotando todo o processo.

 

Hoje a neurociência já consegue ajudar e nesses casos. Eu me especializei em tratar a mente dos meus clientes para combater esse vilão que mata mais do que áreas de conflitos de guerra. O número de brasileiros mortos por complicações diretamente relacionadas a obesidade triplicou em um período de dez anos, revelava um levantamento inédito feito pelo estadão, dados com base em informações do Datasus. Ler uma reportagem sobre mortes em conflitos e guerras, gera tristeza e indignação.

 

Quando eu leio em uma matéria que o açúcar consegue matar muito mais pessoas do que as mortas em guerras, e vejo que o mundo não divulga isso, que a mídia a indústria não faz questão de mudar e que nós o oferecemos e comemos de forma desregrada, causa uma dor ainda maior.

Qual meu pensamento naquele momento? Agora essa será minha missão como profissional. Posso não combater todas essas mortes, mas a partir de hoje vou fazer a minha parte como profissional e lutar por todas aquelas que puderem me ouvir. Dali pra frente sempre mudei minha forma de prescrever e falar com meu cliente. Parei de mandar ele parar de comer açúcar, porque se ele conseguisse ele não estava comento. E passei a ensina-lo o passo a passo de como se livrar da DROGA DOCE QUE DOMINA O CEREBRO (açúcar). Elaborei um material educativo e comecei a divulgar nas redes sociais (para ter acesso gratuito a esse material clique no link: http://bit.ly/EuQueroEbookAcucar, e preencha com um email para que eu possa te encaminhar).

O açúcar é um veneno e deveria ter sua venda controlada assim como o cigarro e o álcool. A radical afirmação é a conclusão de cientistas americanos, que atribuem o consumo excessivo de açúcar em alimentos e bebidas ao crescimento de doenças como obesidade, câncer, problemas no coração e no fígado. As informações são do jornal britânico Daily Mail. E como na prática de consultório eu via esse estrago em crianças, adolescentes e adultos comecei a aplicar uma nutrição diferenciada, voltada para o momento em que o controle do vício pela comida, pelo açúcar e demais situações que impedem o emagrecimento e o retorno do peso desejado se iniciava na mente do cliente. Pessoas que sofrem com esses problemas normalmente “comem suas emoções”, isto é, a maior parte do tempo pensam com o sistema emocional e não racional.

Os cientistas americanos acreditam que isso contribui para a morte de 35 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo, o que na opinião dos pesquisadores é motivo suficiente para haver um maior controle e uma legislação mais rígida neste sentido. Em um artigo intitulado “A verdade tóxica sobre o açúcar”, publicado no jornal Nature, os cientistas afirmaram: “um pouco não é um problema, mas muito mata – lentamente”, sentenciaram.
Os pesquisadores mostram que, assim como o álcool, o açúcar está disponível em larga escala, o que induz o abuso.

 

Se eu ainda não posso combater a venda da droga branca, o açúcar, então eu vou ensinar por meio de técnicas da neurociência e do método 3ms de emagrecimento, que utilizo no meu consultório, a forma de vencer esse vício. Não é deixando de frequentar lugares que tenham a fartura do açúcar que você trata esse mal, não é com dieta e exercício que você vence essa guerra, porque comer doces e massas são prazeres que a maior parte das pessoas tem e são realmente gostosos, sendo assim, é por isso que a maioria das pessoas desiste de lutar, se entregam de vez ao vício e pagam o preço alto da não aceitação da própria imagem corporal sempre que se olham no espelho.


Então, como combater esse problema? Reprogramando sua mente para entender que da mesma forma que ela aprendeu um hábito ruim que se tornou um vício, ela pode aprender um hábito novo. Mas desde que, a reprogramação seja feita pelo pensamento, isso mesmo, de dentro para fora. A maneira mais eficaz de combater hoje a obesidade e o vício pelo açúcar é instalar na sua mente crenças fortalecedoras para você vencer a sua própria guerra.

Essa é a minha missão, ajudar os meus clientes a viverem com mais saúde, liberdade e livre do vicio pela comida. E a sua missão é ajudar você mesmo ou alguém que você ama a entender que existe solução para sair dessa prisão que é a comida! Não como fonte de vida e energia, mas como fuga de situações emocionais as quais ainda não foram resolvidas.


Deixe seu comentário