Seis receitas de alimentação viva

sábado, 11 novembro, 2017 | 18:17

Compartilhe

A alimentação viva é uma vertente do vegetarianismo. Ela defende que, para manter a maior quantidade de nutrientes, os alimentos devem ser ingeridos crus. Sem o cozimento, outros procedimentos são utilizados para amolecer os grãos e legumes, como a marinação, germinação e desidratação, que só pode ser feita até 42 graus célsius. Confira as receitas e o modo de preparar pratos comuns aos adeptos desse tipo de dieta. Aprenda a fazer o molho de gengibre, o molho de iogurte vegetal, o creme de ervilha com inhame, a trufa como sobremesa e o suco de clorofila. Bom apetite!

1. Saladas

Os alimentos vivos mais fáceis de preparar são as saladas. Adeptos da comida viva sugerem que elas contenham ingredientes variados frescos, molhos saborosos e gorduras benéficas. Quanto mais colorida a salada for, melhor.

Ingredientes:

Raízes: beterraba, cenoura, rabanete, nabo ralado em tirinhas.
Frutas: abobrinha, pepino, pimentão, maçã, pera.
Frutas secas: damasco, tâmara, uva-passa.
Folhas verdes: alface, agrião, rúcula, couve, almeirão, chicória.
Crucíferas: brócolis, couve-flor bem picadinha.
Ervas: salsinha, coentro, manjericão, tomilho, orégano, alecrim.
Sementes e castanhas: chia, linhaça, girassol, abóbora, amêndoas, caju, castanha-do-pará, nozes.

Modo de preparo:
Escolha um ingrediente de cada grupo (como raízes, frutas, ervas etc.) e corte em fatias finas ou pequenos cubos. Misture-os em uma tigela própria para salada. Escolha um molho para acompanhar. Abaixo, duas opções de receitas.

>> Festival Origem celebra a alimentação boa para você e para o planeta

2. Molho de gengibre

Ingredientes:

1/2 xícara de missô
1/3 de xícara de agave
1/3 de xícara de vinagre de maçã
1/4 de xícara de óleo de gergelim
1/4 de xícara de suco de limão
1 xícara de gengibre picado
2 colheres de sopa de pasta de amêndoa (opcional)

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até ficar cremoso. Guarde na geladeira por até uma semana em um recipiente com tampa.

3. Molho de iogurte vegetal

Ingredientes:

1 e 3/4 de xícara de castanha-de-caju
1/2 xícara de polpa de coco verde
1/4 de xícara de água
6 colheres de sopa de suco de limão
Raspa da casca de 2 limões
2 colheres de sopa de tomilho fresco

Modo de preparo:
Deixe previamente a castanha-de-caju de molho em água por quatro horas. Misture e bata todos os ingredientes no liquidificador até ficar cremoso. Guarde na geladeira por até uma semana em pote fechado.

>> Migraflix oferece palestras e workshops de refugiados

4. Creme de ervilha com inhame (prato morno)

Ingredientes:

1 copo de ervilha germinada descascada
1 copo de inhame em pedaços pequenos
Sal a gosto
1/4 de cebola
1 tomate grande
1/4 de pimentão amarelo
Salsa e cebolinha
Azeite e limão

Modo de preparo:

Bata no liquidificador ou processador a ervilha, o inhame e o sal e reserve. Para fazer o molho, pique a cebola, o tomate, o pimentão amarelo, a salsa e a cebolinha e acrescente o azeite, o limão e o sal a gosto.

Amorne o creme de ervilhas em fogo baixo. Para manter a temperatura adequada ao procedimento, meça o calor com as mãos dentro da panela. A fervura deve permanecer a uma temperatura suportável à pele. Na hora de servir, espalhe o molho sobre o creme.

5. Sobremesa viva – Trufas

Ingredientes:

1 xícara de cacau em pó
2 xícaras de castanha-de-caju
1/2 xícara de óleo de coco sem sabor
2 colheres de chá de extrato de baunilha
1/2 colher de chá de sal marinho
1/2 (ou mais, a gosto) xícara de agave

Modo de preparo:
Deixe as castanhas de molho em água filtrada por seis horas ou da noite para o dia. Depois disso, coe as castanhas e descarte a água. Misture todos os ingredientes e bata no liquidificador ou processador de alimentos até ficar cremoso. Guarde a massa no congelador por duas horas.

Retire do congelador e enrole a massa em bolinhas e passe-as na castanha-de-caju moída ou cacau em pó. Se preferir, coma de colher. Armazene na geladeira ou congelador por até 30 dias.

>> “Precisamos de uma relação mais justa na cadeia de produção gastronômica”

6. Suco de clorofila

Ingredientes:

2 maçãs
1 xícara de semente germinada
1 copo de liquidificador de folhas verdes
Plantas aromáticas a gosto

Modo de preparo:
Bata as maçãs no liquidificador. Depois disso, extraia o sumo passando num coador de pano. Não acrescente água, basta prensar a maçã com um pepino ou uma cenoura, que são biossocadores, para obter o suco.

Devolva o líquido de maçã extraído ao liquidificador e acrescente as folhas verdes aos poucos. Durante esse processo, adicione as plantas aromáticas escolhidas. Aqui vão algumas sugestões: grama de trigo, folha de abóbora, folha de batata-doce, couve, chicória, acelga, alface, agrião, hortelã, capim-limão, entre outras.

Acrescente a semente germinada. Coe o suco para retirar as fibras, pois, desse modo, a clorofila pode ser mais bem absorvida pelo organismo.

Observações:
Não substitua a maçã por outra fruta, pois ela interfere na absorção da clorofila. Se preferir,  acrescente legumes.


Deixe seu comentário