Menstruação e TPM, você costuma sofrer nesse período?

quinta-feira, 5 Abril, 2018 | 10:55

É possível amenizar os sintomas e reduzir as dores!

Estudos mostram que 90% das mulheres relatam sofrer com os sintomas leves ou fortes no período pré, conhecido como TPM (que acontece de 7-14 dias antes da menstruação) e durante o ciclo menstrual.

Existem duas variações de sintomas, que são:
SOMÁTICOS
– irritabilidade
– alterações de humor
– comportamento depressivo
– impulsividade
– aumento de apetite
– desejo por doce
– confusão mental
FÍSICOS
– fadiga
– mastalgia (dor nas mamas)
– edema abdominal (inchaço na barriga)
– lombalgia (dor na lombar)
– insônia
– aumento de peso temporário
– enxaqueca
– presença de edema nas extremidades
– constipação intestinal (intestino preso)
– diarréia

Você sabe por qual motivo sente cólica?
O útero, ao longo do mês, desenvolve o endométrio, responsável por acolher o embrião fecundado. Quando não ocorre a fecundação, essa camada interna criada (endométrio), precisa ser eliminada, então ocorre a menstruação. A cólica acontece pelo fato do útero se contrair para desprender e expelir essa camada, que variam conforme o fluxo menstrual de cada mulher. O tamanho do útero, idade e hábitos também contribuem para a intensidade da cólica.

As 3 fases do ciclo menstrual

Falando de forma geral, a TPM nada mais é que a oscilação dos níveis de estrogênio e progesterona, que atuam nesse período na função da serotonina – hormônio que tem total relação com a sensação de bem estar – por isso ocorrem tantas alterações comportamentais, emocionais, cognitivas e físicas.

As vezes nem mesmo as mulheres entendem como estão se sentindo! Não é mesmo? É uma mistura de emoções!
E os parceiros costumam sofrer bastante também nesse período…

Mas é possível amenizar os sintomas e reduzir as dores, deixo abaixo para vocês algumas sugestões:

  1. ALIMENTAÇÃO: priorize alimentos ricos em magnésio, vitaminas do Complexo B e cálcio. Algumas opções são: banana, abacaxi, abacate, melancia, melão, figo, aveia, castanhas, vegetais verdes escuros, beterraba, verduras e legumes em geral, carnes magras, peixes. Evite alimentos ricos em sal, cafeína, bebida alcoólica, carboidratos simples (pães, biscoitos, farináceos, doces e etc), produtos industrializados. O chocolate costuma ser o campeão nesse período, então prefira os com mais de 70% cacau.

  2. BEBA ÁGUA: a hidratação é fundamental em qualquer circunstância, mas nessa em específico, vai auxiliar a reduzir os inchaços comuns no período (barriga e extremidades) e a melhorar o trânsito intestinal.

  3. EXERCÍCIOS FÍSICOS: toda atividade física auxilia na liberação hormonal (endorfina e adrenalina), trazendo sensação de bem estar, que é algo fundamental para esse período. Todo tipo de atividade é bem vindo, mas caminhadas, bicicleta, natação, yoga, são opções ainda mais viáveis para quem tem muitas cólicas ou hemorragias no período.

  4. DICA EXTRA: a prática regular, como hábito diário, de exercício aeróbico, pode favorecer a redução dos sintomas pré menstruais, principalmente alterações de humor, fadiga e sono. A suplementação de ômega 3 é também uma boa alternativa, uma vez que possui ação antiinflamatória (reduzindo cólicas, retenção de líquidos e melhoras de humor), mas não pode ser utilizado por mulheres que apresentam hemorragia, por isso, consulte sua nutricionista!

É um período difícil, delicado e que merece compreensão e cuidado, mas saber que a maioria dos sintomas podem ser minimizados se alguns hábitos forem melhorados, é uma grande libertação!

GRATIDÃO!

Andressa Marchi – Nutricionista (CRN/1 7555)
@andressamarchinutricionista