As partidas decisivas para os clubes que lutam contra o rebaixamento

0
1
Compartilhe
  • 2
    Shares

Restam cinco rodadas para o término do Campeonato Brasileiro de 2018 e dez equipes ainda correm risco de rebaixamento à Série B. Além do Paraná, que já não tem mais chances de se salvar, outras três equipes cairão ao término do torneio.

Estima-se que são necessários 45 pontos para garantir matematicamente a permanência na Série A – é possível que um pouco menos seja suficiente. Veja, abaixo, quais são os jogos cruciais para estas equipes e os motivos de eles serem tão importantes:

10° colocado – Fluminense – 41 pontos e onze vitórias

O clube das Laranjeiras tem uma das situações mais tranquilas entre as equipes que lutam para não cair: precisa de quatro pontos em cinco rodadas e tem três confrontos diretos, sendo dois em casa. De quebra, na última rodada, o time do Rio de Janeiro pode enfrentar o América-MG já rebaixado.

Fluminense x Ceará – 35ª rodada

Bahia x Fluminense – 36ª rodada

Fluminense x América-MG – 38ª rodada

Outros jogos

Palmeiras x Fluminense – 34ª rodada

Internacional x Fluminense – 37ª rodada

11° colocado – Bahia – 41 pontos e dez vitórias

Situação: 

Outra equipe que tem vida mais tranquila. São três confrontos diretos nas próximas cinco rodadas, sendo dois em casa. O Bahia ainda enfrenta o Cruzeiro, que não tem mais interesses no torneio após conquistar a Copa do Brasil, na última rodada. Precisa de quatro pontos para escapar.

Bahia x Ceará – 34ª rodada

Bahia x Fluminense – 36ª rodada

América-MG x Bahia – 37ª rodada

Bahia x Cruzeiro – 38ª rodada

Outro jogo

Atlético-MG x Bahia – 35ª rodada

12° colocado – Botafogo – 41 pontos e dez vitórias

Situação: 

Também precisa de quatro pontos, mas tem a tabela um pouco mais complicada que Fluminense e Bahia. Tem confronto direto contra a Chapecoense fora de casa e contra o já rebaixado Paraná, em casa. A outra partida como mandante será contra o Internacional, que luta pelo título.

Chapecoense x Botafogo – 34ª rodada

Botafogo x Internacional – 35ª rodada

Botafogo x Paraná – 37ª rodada

Outros jogos

Santos x Botafogo – 36ª rodada

Atlético-MG x Botafogo – 38ª rodada

13° colocado – Corinthians – 40 pontos e dez vitórias

Situação: 

É quem tem menos “jogos essenciais” no período, mas são dois confrontos diretos em casa. As partidas contra Vasco e Chapecoense devem definir o futuro da equipe, que tem outras três partidas muito complicadas fora de casa. Precisa de cinco pontos.

Corinthians x Vasco – 35ª rodada

Corinthians x Chapecoense – 37ª rodada

Outros jogos

Cruzeiro x Corinthians – 34ª rodada

Atlético-PR x Corinthians – 36ª rodada

Grêmio x Corinthians – 38ª rodada

14° colocado – Ceará – 38 pontos e nove vitórias

Situação: 

Das cinco partidas restantes, tem três confrontos diretos e o duelo contra o já rebaixado Paraná, em seu estádio. Tem a desvantagem de enfrentar Bahia e Fluminense fora de casa, mas recebe o Vasco na última rodada em seu estádio. Tem situação mais complicada e precisa de sete pontos em cinco rodadas.

Bahia x Ceará – 34ª rodada

Fluminense x Ceará – 35ª rodada

Ceará x Paraná – 36ª rodada

Ceará x Vasco – 38ª rodada

Outros jogos

Atlético-PR x Ceará – 37ª rodada

15° colocado – Vasco – 38 pontos e nove vitórias

Situação: 

É a única equipe em que todas as partidas restantes são essenciais, o que ajuda o time na tentativa de escapar. No entanto, os três jogos em casa são difíceis, contra equipes no topo da tabela. Na 37ª rodada, no entanto, pode receber o Palmeiras já campeão em seu estádio, o que pode ajudá-lo. As partidas como visitante também não são fáceis, mas tratam-se de confrontos diretos contra Corinthians e Ceará. Precisa de sete pontos.

Vasco x Atlético-PR – 34ª rodada

Corinthians x Vasco – 35ª rodada

Vasco x São Paulo – 36ª rodada

Vasco x Palmeiras – 37ª rodada

Ceará x Vasco – 38ª rodada

16° colocado – Sport – 37 pontos e dez vitórias

Situação: 

Apesar de ser a equipe mais próxima da zona de rebaixamento, o Sport tem três partidas em casa nas rodadas finais. Uma delas um confronto direto contra o Vitória, mas outras duas contra equipes da parte de cima da tabela. O time pernambucano ainda enfrenta a Chapecoense em confronto direto fora de casa. Precisa de oito pontos.

Sport x Vitória – 34ª rodada

Sport x Flamengo – 35ª rodada

Chapecoense x Sport – 36ª rodada

Sport x Santos – 38ª rodada

Outros jogos

São Paulo x Sport – 37ª rodada

17° colocado – Chapecoense – 37 pontos e nove vitórias

Situação: 

Após vencer o Santos no Pacaembu, o time voltou a respirar no torneio. Tem a mesma pontuação do Sport, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, mas tem menos vitórias, o que pode pesar para a equipe. Tem três partidas em casa, sendo dois confrontos diretos contra Botafogo e Sport. Na última rodada recebe o São Paulo, que pode estar já desinteressado no torneio. Precisa de oito pontos.

Chapecoense x Botafogo – 34ª rodada

Chapecoense x Sport – 36ª rodada

Corinthians x Chapecoense – 37ª rodada

Chapecoense x São Paulo – 38ª rodada

Outros jogos

Grêmio x Chapecoense – 35ª rodada

18° colocado – Vitória – 35 pontos e nove vitórias

Situação: 

O Vitória vive um momento muito delicado no torneio. Tem apenas um confronto direto, contra o Sport, fora de casa. As partidas em seu estádio são contra equipes bem classificadas no torneio. Na última rodada visita o Palmeiras, que pode já ser campeão brasileiro. Precisa de dez pontos.

Sport x Vitória – 34ª rodada

Vitória x Atlético-PR – 35ª rodada

Vitória x Grêmio – 37ª rodada

Palmeiras x Vitória – 38ª rodada

Outros jogos

Cruzeiro x Vitória – 36ª rodada

19° colocado – América-MG – 34 pontos e oito vitórias

Situação: 

Tem a situação mais delicada de todas no torneio. São dois confrontos diretos, contra o Bahia em casa e o Fluminense fora. A outra partida como mandante é o Santos. Precisa de onze pontos em cinco partidas para se garantir completamente na Série A.

América-MG x Santos – 35ª rodada

América-MG x Bahia – 37ª rodada

Fluminense x América-MG – 38ª rodada

Outros jogos

Internacional x América-MG – 34ª rodada

Palmeiras x América-MG – 36ª rodada

 

 

 

Fonte: Veja