Gilmar Mendes manda soltar homem apontado como operador do PSDB

sexta-feira, 11 maio, 2018 | 22:46

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, mandou soltar o executivo Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. Ele é apontado Operação Lava-jato como operador de propinas do PSDB. Ele foi preso de forma preventiva no início de abril. Paulo Preto foi denunciado pelo Ministério Público pelo desvio de R$ 7,7 milhões, entre 2009 e 2011, durante o governo de José Serra.


Deixe seu comentário