Veja como estão os jogadores da ‘barca’ flamenguista da última temporada

quinta-feira, 12 Abril, 2018 | 23:13

Três meses após o início da temporada, o Flamengo, que ficou de fora da decisão do Campeonato Carioca, fez uma limpa no elenco em relação ao grupo de jogadores que defendiam o clube na temporada passada. O Correio fez um levantamento sobre como estão os atletas dispensados pelo rubro-negro.
Uma das grandes decepções de 2017, Darío Conca está sem clube. Após jogar apenas 27 minutos pelo time carioca e voltar à China, o meia está livre no mercado depois de rescindir com o Shanghai SIPG.
Em 2017, quatro jogadores em especial eram alvos de protestos pelo torcedor flamenguista: Alex Muralha, Rafael Vaz, Márcio Araújo e Gabriel. Todos eles foram emprestados ou negociados em definitivo pela diretoria rubro-negra e sequer defenderam o clube na atual temporada.
Após uma temporada ruim, o goleiro Alex Muralha foi negociado com o futebol japonês. Atualmente, ele é o goleiro do Albirex Nigata, do Japão. Em quatro partidas na segunda divisão local, sofreu cinco gols.
Outro que saiu do país foi o zagueiro Rafael Vaz, emprestado para a Universidad de Chile. O jogador é reserva no time chileno e atuou em apenas duas oportunidades até o momento. Uma delas, na vitória do time dele diante do Vasco, em São Januário, pela Libertadores.
Talvez o jogador mais criticado do Flamengo em 2017, Márcio Araújo foi contratado pela Chapecoense sem custos. Ele é titular na equipe comandada por Gilson Kleina, que acabou vice-campeã catarinense, após perder a decisão para o Figueirense.
O meia-atacante Gabriel está no Sport e é titular do time de Nelsinho Baptista, que acabou eliminado nas semifinais do Campeonato Pernambucano. Em 14 jogos com a camisa do Leão, o atleta fez apenas um gol e tem contrato até o fim de 2018.
 Renegado campeão
Porém, nem só de insucessos e estatísticas ruins vivem os ex-jogadores do Flamengo. Agora no Cruzeiro, o argentino Federico Mancuello foi campeão mineiro com o time de Mano Menezes. No início de 2018, o clube de Belo Horizonte pagou cerca de R$ 6 milhões para contar com o atleta. Vale lembrar que, no Rio de Janeiro, ele era pouco utilizado por Zé Ricardo e Reinaldo Rueda.
Apesar de não ser considerado titular, o meia é constantemente utilizado pelo treinador gaúcho. Em 14 jogos, ele marcou duas vezes com a camisa celeste. Ele esteve em campo nas duas partidas que decidiram o Campeonato Mineiro, contra o Atlético-MG.


Deixe seu comentário