Reprovação de 52% fez Bolsonaro rever atitude e discurso sobre coronavírus

0
161
Compartilhe

 

Pesquisa exclusiva Diário do Poder/Orbis revela desaprovação à condução do presidente na crise do coronavírus.

 

A população está muito insatisfeita com a conduta de Jair Bolsonaro no enfrentamento do coronavírus, como mostram pesquisas devastadoras, daí a sua decisão de melhorar o discurso. Ele agora tenta reverter, por exemplo, a reprovação generalizada detectada na pesquisa Diário do Poder/Orbis mostrando que 52,2% dos brasileiros reprovam a sua condução do combate à doença, contra aprovação de 34,2%. Do total, estão em dúvida ou não avaliaram apenas 13,6% dos entrevistados. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Bolsonaro é reprovado por 50,2% dos homens, só 38,6% o aprovam. Entre mulheres, 53,8% rejeitam sua condução da crise, contra 30,7%.

É expressiva também a desaprovação dos brasileiros que têm a idade de Bolsonaro, 65 anos, ou mais: 47,5%. E a maior taxa de dúvida: 22,5%.

É baixa a maior aprovação de Bolsonaro: 36,8% na faixa dos 36 aos 65 anos. A maior reprovação está entre jovens de 16 a 19 anos: 71,9%.

A Orbis entrevistou 2.163 pessoas em todo o território nacional. A pesquisa foi realizada na segunda-feira (30).

Veja o resultado da pesquisa sistematizado em gráficos: