Alta no número de brasileiros barrados no México preocupa Itamaraty

0
119
Compartilhe

 

 

Relatos são de detenção em condições de cárcere por dias, sem direito nem a telefonema.

 

O Ministério das Relações Exteriores demonstrou preocupação com o aumento do número de brasileiros barrados ao tentar entrar no México. Relatos de viajantes falam em detenções em condições de cárcere por dias, sem direito a telefonema e, em alguns casos, sem água e comida. O consulado brasileiro no país admite que o tratamento tem sido como o visto nos EUA, com separação de homens, mulheres e crianças, sem garantias de que uma família possa aguardar unida o retorno ao Brasil. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Quem tem a entrada negada, tem os pertences apreendidos, inclusive celulares, e dormem em colchonetes plásticos ou bancos de concreto.

Sem exigência de visto, brasileiros só sabem se vão entrar no México quando estão lá. E não há reembolso de passagens, hospedagens etc.

Apesar de estarem detendo turistas estrangeiros, todas as informações prestadas pelas autoridades são transmitidas apenas em espanhol.

O consulado brasileiro afirmou ter aberto tratativas para “reduzir o número de inadmissões e exigir melhores condições de alojamento”.