Papa critica queimadas na Amazônia e fala em ‘novos colonialismos’

0
128
Compartilhe

 

Declaração aconteceu na abertura do Sínodo da Amazônia, que reúne bispos de nove países do bioma para debater temas da Igreja Católica na região. Ele atribuiu a destruição da floresta ao que chamou de ‘novos colonialismos’ que querem ‘queimar o diferente para padronizar tudo e todos’.

 

Redação/FOTO: Tiziana FABI / AFP