Em velório, governador lamenta morte de militar dos Bombeiros

0
101
Compartilhe

 

Acompanhado da primeira-dama, Ibaneis Rocha foi pessoalmente prestar condolências e solidariedade à família da soldado Marizelli Armelinda Dias.

 

Por Hédio Ferreira Júnior

O governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha esteve pessoalmente no 2º Grupamento dos Bombeiros, em Taguatinga, na tarde desta segunda-feira (16/9), durante velório da soldado do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), Marizelli Almeida Dias. A servidora, de 31 anos, morreu nesse domingo (15/9) após ser atingida por uma árvore e fios de alta tensão enquanto atendia a uma ocorrência de incêndio na QNL 2, em Taguatinga. A causa da morte ainda está sendo investigada. O GDF decretou luto oficial de três dias.

No batalhão lotado de militares de diversos grupamentos do Distrito Federal – e sob a presença de familiares –, a soldado recebeu homenagens durante uma cerimônia religiosa realizada pelo capelão Fernando, tenente-coronel do CBMDF. O governador estava acompanhado da primeira-dama Mayara Noronha, e do secretário de Segurança Pública, Anderson Torres.

Para Ibaneis Rocha, o caso deixou toda cidade triste. “Deixa todos nós bastante enlutados, principalmente quando você vê a situação de uma família humilde, de duas crianças pequenas que não sabemos como vai ser o futuro”, disse. “Vamos cuidar para que eles tenham todo suporte.”

Emocionado, o comandante-geral do Corpo de bombeiros, Carlos Emilson Ferreira dos Santos, disse que, apesar de lidar com o perigo, a corporação não é preparada para enfrentar percalços e perder colegas durante a missão. “Peço a Deus que a acolha com muito carinho e a todos nós bombeiros que a gente siga em frente. Essa é a nossa missão: vida por vidas.”

 

Agência Brasíilia