Rede de água potável do núcleo rural Engenho das Lajes é ampliada

0
16
Compartilhe

 

Mais 91 novas ligações foram feitas pela Caesb, no final do ano passado, beneficiando 250 famílias e dando-lhes cidadania.

 

Por Renata Moura

 

Há mais de uma década os moradores da comunidade de Engenho das Lajes, na área rural do Gama, lutam para levar água potável para todas as residências. Enfim, a cidade comemora. A Caesb finalizou as obras de ampliação de 1.552 metros de redes em mais em nove ruas, levando água potável para a torneira da casa de cerca de 250 famílias.

A região tinha 668 ligações de água. Com a ampliação no atendimento, agora são 759. O diretor de Engenharia da Caesb, Virgílio Peres, explica que a empresa tem processo contínuo de expansão de sua infraestrutura: somente em 2019, foram executadas 30 mil novas ligações de água e esgoto.

Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

“A Companhia investiu nesse período, em infraestrutura, cerca de R$ 190 milhões”, esclareceu. Nas obras do Engenho das Lajes, os investimentos chegaram a R$ 138,4 mil.

“A gente fica muito feliz em ter uma conta de água com o nosso nome nela”, comemora a dona de casa Vera Lúcia Amaral da Costa. Ela é moradora da Rua Vitória, uma das nove beneficiadas. “Aqui era ‘gato’ (instalação irregular) para todo lado”, diz.

A gente fica muito feliz em ter uma conta de água com o nosso nome nelaVera Lúcia Amaral da Costa, moradora de Engenho das Lajes

Era fato: “Se quisesse água por aqui, tinha de ser assim”, comenta Vera Lúcia. “Mas agora tem certeza da qualidade água que se bebe. É limpa e de qualidade”, completa.

As obras da Caesb avançaram pelas ruas Sucuripe; Roriz; Eliel; Travessa Brasília; Ingazeira; Braga; Travessa Ingazeira e Oliveira. “Os moradores não precisaram nem arcar com os kits de hidrômetros. Como é população de baixa renda, foi tudo gratuito”, afirma o presidente da Associação de Moradores da região, Davi Lobato.

Vera Lúcia: dignidade | Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Ele conta que a obra era um desejo antigo da comunidade. “Foi tudo feito com muita agilidade, em um mês e pouco”, completa Lobato. Segundo ele, agora 100% da comunidade, estimada em cerca de 5 mil famílias, está conectada à rede da Caesb.

Dignidade
O governador Ibaneis Rocha afirmou que o objetivo do GDF é oferecer água potável e saneamento para toda a população. “A gente precisa lembrar que está levando saúde à população que mais precisa. É um compromisso nosso expandir a infraestrutura para oferecer mais qualidade de vida e dar dignidade a todos”, afirmou.

A conquista da água potável encanada para todos era um sonho antigo da comunidade. “Muitos estão aqui há mais de 10 anos, vivendo na precariedade”, afirma Lobato.

Para ele, o registro da Caesb fixado nos muros das casas de Engenho das Lajes traz dignidade para a comunidade. “Isto aqui tem um significado ainda maior para todos. Agora, eles têm a conta de água na mão. É um comprovante de residência, dá pra fazer até um crediário”, brinca.

 

Agência Brasília