Restaurante comunitário do Riacho Fundo II é reaberto

0
170
Compartilhe

Após 15 dias de reforma, na tarde desta sexta-feira (16), foi reaberto o restaurante comunitário do Riacho Fundo II. Presente ao local, o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, representando o governador Ibaneis Rocha, conversou com a comunidade e serviu-se da tradicional feijoada, prato principal às sextas-feiras.

Durante o horário de funcionamento – das 11h às 14h – houve ainda apresentação musical do cantor Luís Fernando, que animou o ambiente com repertório de músicas sertanejas e da MPB. O restaurante, que abre para almoço de segunda a sábado tem capacidade para 500 pessoas sentadas.

Paco Britto verificou as novas instalações da unidade e saiu satisfeito. “A comida é de qualidade e saborosa”, garantiu. Também presente à reabertura, o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Zaratz, informou que a maioria dos restaurantes comunitários do DF está sendo restaurada. “A última reforma [nesses estabelecimentos] foi há 12 anos.”, disse, acompanhado da administradora regional de Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva.

Fotos: Vinícius de Melo / Agência Brasília

Grupos de moradores aproveitaram o dia para colocar a conversa em dia e foram unânimes sobre a qualidade da comida e do atendimento do restaurante.

É o caso do policial militar da reserva, Antônio Carlos Batista Ferreira, 51 anos. Segundo ele, moradores de outras cidades, como Recanto das Emas, preferem almoçar no restaurante comunitário de Riacho Fundo II. “No meu caso, é opção, porque eu gosto da comida daqui. É saborosa”, disse.

O aposentado Lino Francisco dos Santos, 85 anos, contou que come no restaurante diariamente e ainda leva marmita para a casa.

A mesma ideia teve a professora aposentada, Evanilde da Conceição, 64 anos. “É prático pegar e levar. A comida é saudável, balanceada e boa”, opinou. Cada refeição custa R$ 2 com direito a sobremesa, suco e frutas.

Selo comemorativo

Paco Britto também participou nesta sexta-feira da solenidade de lançamento do selo comemorativo de 50 anos da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

Ele parabenizou o presidente da Caesb, Daniel Róssiter, e os mais de 5 mil empregados diretos e indiretos da companhia, “pelos excelentes índices de cobertura em saneamento básico, que é recorde no Brasil”.

Atualmente, 99% da população do DF tem água encanada e 88% do esgoto é coletado, sendo que, desse total, 100% é tratado.

Também estiveram presentes à cerimônia o superintendente dos Correios de Brasília, Jamezon Reinaux, diretores da Caesb, do DER, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codabh), da Agência Reguladora de águas, energia e saneamento (Adasa) e demais representantes, servidores e colaboradores dos setores, entre outros convidados.

Lucíola Barbosa, da Agência Brasília