Uma decisão bem acertada

0
134
Compartilhe

Por Carlos Arouck *

Uma operação bem sucedida e uma decisão bem acertada do governador do Rio de Janeiro. Passageiros que estavam em um ônibus da viação Galo Branco foram mantidos reféns por um homem armado, na manhã desta terça-feira, na Ponte Rio-Niterói. O veículo ficou parado na altura do Vão Central no sentido Rio da via expressa. O sequestro foi de cerca das 5h30 até por volta das 9h, até o criminoso ser atingido por um atirador de elite da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Com a precisão do atirador, evitou-se um mal maior salvando várias vítimas do sequestro. Uma enxurrada de bobagens passaram a ser postadas, incluindo o “podia ter atirado na perna”… quem afirma isso é um completo e total ignorante sobre o assunto. O policial não pode arriscar: se atira na perna e ele mata pelo menos seis vítimas, o que diriam? A decisão acertada do governador não lhe dá o direito de comemorar ostensivamente, deveria ter se limitado a uma declaração coerente com a boa ação da polícia. No cotidiano do Rio de Janeiro, viver ou morrer não faz mais parte da indignação dos cariocas, tanto que durante a operação policial houve até venda com ambulantes, a plateia torcendo e fazendo suas apostas intimamente… apesar de tudo, com a bem sucedida operação, aumenta a esperança de dias melhores na área da segurança pública. Tenho certeza que qualquer um pensará mil vezes antes de sequestrar mais algum ônibus no Rio de Janeiro. Que venham os analistas de Plantão criticar o que não entendem. Parabéns para a PM RJ!

* Policial federal, Carlos Arouck é formado em Direito e Administração de Empresas, instrutor de cursos na área de proteção, defesa e vigilância, consultor de cenários
políticos e de segurança pública, membro ativo de grupos ligados aos movimentos de rua.