80 anos de Batman: Os 5 melhores filmes do Cavaleiro das Trevas

0
296
Compartilhe

 

No dia 21 de setembro de 1939, Bob Kane trazia ao mundo um novo herói. Se tratava de Batman, um vigilante isento de poderes e vastamente acompanhado pelos vilões mais interessantes que a cultura pop conheceu. Assim como seus antagonistas, o Cavaleiro das Trevas ganhou muita notoriedade e assim conquistou a sétima arte, os videogames, as animações e muitas outras plataformas. Devido às adaptações, sua personalidade sofreu algumas mudanças desagradáveis, mas também, gerou grandes momentos na cultura cinematográfica. Por isso, separamos cinco filmes imperdíveis da sua filmografia para homenagear o morcego.

Confira:

5 – Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

Os bastidores de Batman – O Cavaleiro das Trevas (episódio que antecede este item) ganharam um plot twist deveras indesejado quando Heath Ledger foi encontrado morto em seu apartamento por uma overdose acidental de medicamentos. É uma espécie de notícia que abalou inúmeros fãs, porém, Christopher Nolan (diretor da trilogia) não tinha desejos de terminar a franquia pois o Coringa de Ledger era essencial para o restante da jornada. Por conta de questões contratuais, Nolan dirigiu este terceiro e último capítulo. Infelizmente, não atinge o ápice (em todos os sentidos do gênero) que o segundo implodiu, mas ainda sim é uma conclusão competente e satisfatória aos fãs.

Tom Hardy como Bane e Christian Bale como Batman. Foto – Divulgação

4 – Batman (1989)

Michael Keaton era considerado uma grande estrela de comédias dos anos 1980. Houveram desconfianças ao ser escalado como Batman de Tim Burton. Porém, o estilo fúnebre, gótico e pessimista de Burton casaram perfeitamente com a mitologia do morcego e Batman foi um imenso sucesso de bilheterias. Importante por dar um ponta pé nas adaptações mais sérias, este filme foi definitivo para a carreira do Batman dentro do cinema.

Michael Keaton como Batman. – Foto – Divulgação

 

3 – Batman: A Máscara do Fantasma (1993)

Inspirado pelos filmes de Tim Burton, o produtor de animações, Bruce Timm, queria mostrar o quão vasto era o universo do homem morcego. Em 1990, o animador lançou Batman: A Série Animada. Para muitos fãs, esse foi o apogeu das adaptações do personagem. Dando continuidade, Timm desenvolveu o longa-metragem animado Batman: A Máscara do Fantasma. Uma das melhores animações de heróis e talvez a melhor versão já feita do Batman.

Animação perfeita. Foto – Divulgação

2 – Batman – O Retorno (1992)

A regra para sequências é sempre muito clara: faça mais, redobre e aposte mais alto. No lugar disso, Burton apenas intensificou as características que fizeram do primeiro filme um sucesso e deu mais espaço para Michael Keaton brilhar como Batman/Bruce Wayne. Apegando-se de inúmeras referências ao movimento expressionista no cinema, Batman – O Retorno nasceu mostrando que arte e cinema, podem – e devem – andar de mãos dadas.

Arte e indústria em uma película só. Foto – Divulgação

1 – Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008)

O famoso gamechanger de todas as adaptações de quadrinhos da história do cinema. Assim como Sam Raimi e Bryan Singer, Nolan compreendeu como humanidade e gêneros do cinema podem ser misturados em um universo de quadrinhos. Batman – O Cavaleiro das Trevas, depois de 11 anos, envelheceu tão bem que quase nenhuma releitura chegou aos seus pés. Antológico, excelente e necessário para qualquer fã do homem morcego.

O pico mais alto da carreira do Batman (e das adaptações em quadrinhos) que o cinema já viu. Foto – Divulgação