Após 38 anos, Miguel Falabella é dispensado pela Globo

0
1302
Compartilhe

 

O ator faz parte da política de corte de gastos previsto pela empresa.

 

A emissora Globo dispensou o ator Miguel Falabella após 38 anos de serviço. Miguel foi comunicado, nesta quinta-feira, 4,  de que seu contrato não seria renovado. O ator faz parte da política de corte de gastos previsto pela empresa, depois da pandemia do coronavírus que reduziu as receitas publicitárias do canal.

A informação foi dada em primeira mão pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, e confirmada pelo Notícias da TV. O motivo da demissão do dramaturgo seria o alto salário e baixa produção.

No ano passado, Miguel  já tinha dito que pretendia deixar a emissora para “ter mais liberdade”. Ele revelou que não pretendia renovar o contrato de exclusividade que mantinha com a emissora e que venceria dali a ano e meio.

 

Demissões na Globo

Assim como a dispensa de José de Abreu, a saída de Falabella da Globo está no contexto de cortes de despesas de até 20% que o Notícias da TV adiantou no início da semana. A emissora não está renovando o contrato de quem não tem previsão de novos trabalho.

A pandemia da Covid-19 obrigou a empresa a acelerar mudanças previstas no projeto Uma Só Globo, que unifica cinco unidades de negócios, entre elas a Globosat e o Globoplay. Vai haver cortes de custos, o que inclui demissões, mas não um passaralho, segundo o CFO (chief financial officer/diretor financeiro), Manuel Belmar da Costa.(JBr)