Bienal de Arte de SP é adiada para 2021 em razão da pandemia do novo coronavírus

0
18
Compartilhe

 

A 34ª Bienal de Arte de São Paulo foi adiada para 2021 em razão da pandemia do novo coronavírus. A edição “Faz escuro mas eu canto” estava prevista para o segundo semestre deste ano, mas agora deve ser realizada entre os dias 4 de setembro e 5 de dezembro de 2021.

Até lá, a Bienal vai divulgar uma programação intermediária, com ações educativas e digitais, que já está sendo elaborada pelos organizadores.

A 34ª Bienal terá curadoria geral de Jacopo Crivelli Viconti, adjunta de Paulo Miyada e convidada de Carla Zaccagnini, Francesco Stocchi e Ruth Estévez.

O evento será realizado no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera. A partir de agora, as bienais passam a ocorrer em anos ímpares, com a edição seguinte prevista para 2023.

A Fundação Bienal disse reconhecer o impacto econômico, político e social agravado pela pandemia de Covid-19, mas acredita que o “encontro com a arte e a cultura é fundamental para uma sociedade processar coletivamente seus lutos, ansiedades, medos e traumas”. (CNN)