Isolado em sítio, Lima Duarte critica Bolsonaro: “Ele só quer o confronto”

0
174
Compartilhe

 

Prestes a completar 90 anos de idade, o ator veterano Lima Duarte, por ser do grupo de risco do Covid-19, resolveu se isolar em seu sítio, no interior de São Paulo. Lima estava na ativa gravando a segunda temporada da série do Globoplay “Aruanas” quando as atividades foram interrompidas devido a pandemia mundial.

Em entrevista para o jornal Extra, do Rio de Janeiro, o ator comentou sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro, transmitido na TV aberta em horário nobre na última terça-feira (24).

Segundo Lima Duarte, o discurso de Bolsonaro foi trágico. “O discurso dele é uma coisa trágica pra mim. Ele quer dizer: ‘deixe o velho morrer’. Os jovens estão bem, os meninos estão bem, então, deixa o velho morrer. Ele quer salvar a economia a murros, a facadas, a tiros. Ele só quer o confronto. Conforme ele ia falando eu pensava: ‘ih, ele está falando comigo. Ele quer que eu morra!’. É isso que ele está dizendo pra mim e para todos os velhos desse país, que velho não importa. Difícil, né?”, concluiu o artista sobre o presidente do Brasil.

Outro famoso que criticou a Bolsonaro foi Eduardo Costa. O cantor, que é um apoiador declarado do presidente, cobrou dele o reconhecimento dos verdadeiros heróis do país: os profissionais da saúde. “Meu querido Bolsonaro. Eu já falei tanto de você. Se você quiser fazer uma coisa boa para esse país, Bolsonaro, faça o favor a seus eleitores: reconheça o valor dos heróis desse país”, desabafou o sertanejo.