Mancha Verde impede que jornalistas cheguem perto de Viviane Araújo

0
42
Compartilhe

Quarta escola a desfilar na primeira noite de carnaval em São Paulo, a Mancha Verde impediu uma parte da imprensa a chegar perto da rainha de bateria da escola, a atriz Viviane Araújo.

Atrasada, Viviane chegou, em uma linda roupa vermelha, escoltada por quatro homens de apoio da escola. Aos gritos de “sai da frente”, Viviane passou ao lado dos homens como um furacão – levando tudo e todos que estavam ao redor. O público que a aguardava aplaudiram e a veneraram.

Ao chegar próximo da bateria, porém, um grupo de oito apoiadores fizeram um cinturão de ferro, ou melhor, de braço. E começaram a empurrar os jornalistas que caminhavam junto com a musa. “Que mané imprensa, não vai passar mais ninguém”, disse um deles, enquanto empurrava os profissionais.

Como a própria escola entoa em seus versos: “Pai, perdoai, eles não sabem o que fazem”. (veja)