Manjuca Congelados: “É congelado, sim. Mas não há quem diga”

0
113
Compartilhe

 

A Manjuca Congelados é a opção de alimentação saudável, produzida com carinho, oferecendo refeição caseira de verdade, com tempero selecionado, que também leva praticidade com qualidade ao alcance de clientes exigentes. Principalmente, agora, em tempos de quarentena devido à disseminação do novo coronavírus em Brasília.

 

Quem assina em baixo de todas as letras acima é a proprietária, Amanda Nasser, que comanda a Manjuca Congelados. Além do importante diferencial do ultracongelamento (cujos detalhes você vai ler mais abaixo) no processo da produção das refeições, a Manjuca tem esmero na manipulação e no processamento dos ingredientes. “Meu foco é cozinha caseira sem uso de insumos industrializados.“

Hoje em dia, as pessoas têm procurado refeições artesanais, com qualidade de ingredientes sem passar por processo industrial. Isso reflete, diretamente, no sabor do produto final. A praticidade também tem grande peso no atendimento da demanda, bem como a eficiência do delivery programado. Amanda reconhece que comprar comida congelada de qualidade acabava sendo um pequeno luxo, mas, nos dias de hoje, tornou-se um facilitador na rotina das famílias.

“Agora, as pessoas estão procurando e precisando ter alimentação em casa para não sair, lavar, comprar e fazer. A procura acabou aumentando, bem como as indicações. Muitos clientes indicam para os amigos e parentes”, enfatizou.

O zelo na concepção e no processamento dos pratos fornecidos pela Manjuca, são pormenorizados por Amanda.

“Nosso leite de coco é produzido aqui e é usado em muitos pratos. Como a

moqueca de peixe, que os clientes adoram. O queijo chancliche (árabe) que usamos para rechear as esfirras é produzido aqui”, contou.

No tocante aos caldos, são produzidos com legumes selecionados e com carne, sem nada de tabletes, nada artificial. “No molho de tomate é usado tomate fresco, que acaba fazendo muita diferença no resultado final. Tudo de forma caseira. Esses processos acabam sendo também um diferencial da Manjuca Congelados”, acrescentou Amanda.

Feedback das clientes

A proprietária também ressalta que o feedback vem das próprias clientes, que adquirem alimentos de outras empresas de congelados. “A comida do fulano tem muito conservante, a de outro tem muito sódio. E os nossos produtos são aqueles que você come e não fica com aquela sensação de estufado.”

Amanda explica que, há um ano e meio no mercado, com o advento da quarentena, as encomendas dobraram em relação ao mês anterior.

 Começo de batalha

 A Manjuca iniciou suas atividades com dois funcionários e, hoje, conta com quatro colaboradores e, eventualmente, esse número sobe para cinco entre cozinheiros e ajudantes.

Para satisfazê-la ela mesma,na busca pela qualidade, Amanda primou pela tecnologia avançada na cozinha. Para trabalhar com número reduzido de funcionário conta com fogão combinado e o ultra-congelador. “Na cozinha, meu funcionário trabalha com mais conforto”, pontuou.

No início, o começo foi do zero, mas a clientela foi aumentando aos poucos, com uma das principais e eficientes das divulgações, o bom e velho marketing boca a boca, ou seja, a indicação. Claro, a boa indicação.

Ela conta que cozinha desde a tenra idade. E narra quando o dom e paixão falaram bem mais alto que a o curso de Direito da faculdade.

“Sempre cozinhei muito em casa. Sempre tive interesse. Sou de família árabe, a comida está ali, sempre muito presente. Acabei fazendo faculdade de Direito, me formei e vi que não queria de jeito nenhum. Depois fui fazer gastronomia para me profissionalizar”, revelou. Ela não sabotou as raízes desde a infância.

 Opções diferenciadas

As opções são variadas no cardápio. Amanda destacou os diversos tipos de caldos, dos tradicionais, tais como Vaca Atolada, Caldo Verde, Canja de Galinha. Mas há ainda os caldos mais insinuantes, entre eles, o caldo de batata doce com maçã verde, o de lentilha com tempero especial, em sintonia com a clientela mais modernosa.

Entre as novidades, sempre com o toque de comida caseira, Amanda oferece muitas opções, entre as quais, a vegana.

“Procuro fazer assim, tenho estrogonofe de filé e de frango. E tenho uma versão de cogumelo. Também tem as esfirras de carne. Fiz a de escarola com amêndoas. Tem a feijoada normal e a feijoada vegana como opção aos veganos. Gosto de fazer a comida do que jeito que faço em minha casa”, ressaltou Amanda, deixando o repórter com água na boca.

Ultracongelamento

Antes de inaugurar o negócio, Amanda conta que pesquisou muito até chegar ao método de ultracongelamento.

Por meio do ultracongelamento, são conservados o sabor, aroma, textura e nutrientes dos mantimentos. O ultracongelador é uma câmara frigorífica especial. Mantém a temperatura entre 1ºC e 45ºC.

O processo de congelamento, em apenas uma hora, impede proliferação de bactérias. Para atingir as baixas temperaturas, os congeladores convencionais demoram até cerca de 24 horas. “É o mais apropriado porque o processo de congelamento é de dentro para fora, chegando a 45° negativo bem rápido.

O congelamento convencional ocorre de fora para dentro. A vantagem do ultracongelamento é que não deixa a comida aguada. Aquele gelo por cima. E como é bem rápido conserva melhor os nutrientes sem a camada de gelo. Quando se ultracongela a refeição dura até 120 dias”, detalha Amanda.

“É congelado, sim, mas não há quem diga”, traz o flyer eletrônico da Manjuca. Sabe por quê? Corantes e conservantes não entram na cozinha de Amanda. As embalagens não têm toxinas, os ingredientes são selecionados, zero gordura trans e a embalagem é reciclável.

Perfil dos clientes

A grande maioria dos clientes do Manjuca, na verdade são elas mesmas, as mulheres. “É, majoritariamente, feminino, acima de 35 anos.” Excepcionalmente, as clientes focam na quantidade de calorias. “A maioria não, porque compra a comida para os filhos. O fato de não ter conservante, corante já deixa o cliente mais tranquilo. O importante é a refeição estar balanceada e nutritiva.”

No endereço da loja física, 505 Sul é possível pegar as refeições congeladas. Alinhada ao decreto do Governo do Distrito Federal, a loja tem atendido os clientes, somente para entregas. Também atende talk away, no qual o cliente encomenda e a entrega é feita no carro em frente à loja. Bem como pela internet. A Manjuca Congelados tem conta nas redes sociais Instagram e Facebook.

As entregas são realizadas no Plano Piloto, nas Asas Sul e Norte e se estendendo aos Lagos Sul e Norte, Sudoeste e Noroeste. A Manjuca tem motocicletas para agilizar o serviço. Também conta com as parcerias das plataformas Rappy e ifood para preferência dos clientes.

Amanda contou que a Manjuca já prestou serviço de catering. Forneceu a alimentação no show do Maron Five, Scorpions, Sandy & Júnior. “Estamos engatinhando, mas estamos indo. Quando pega, eu vou na raça e vou. A nossa vantagem é que a cozinha é grande, moderna e é otimizada”, acentuou.

O trabalho dedicado de Amanda compreende supervisionar a cozinha de perto, passando pelo monitoramento de todo o processo de compra dos ingredientes, pela produção, entrega e tem tempo para ouvir os clientes para aprimorar a qualidade. “E nada passa sem que aprove antes”, concluiu Amanda.

 

Serviço:

Nome: Manjuca Congelados alimentação transparente

Endereço: CRS 505 Bloco A, loja 9, entrada pela W2

Cartões: Débito e crédito. Refeição: Alelo, Cabal e Sodexo

Horário de funcionamento: Segunda a sexta, das 10h às 20h – Sábados, das 10h às 16h

Delivery:  9 8279 0770