Morre o baixista Bira, do sexteto musical dos programas de Jô Soares

0
399
Compartilhe

 

Na sexta-feira, a atriz Zilda Cardoso, 83 anos, que interpretou Catinfunda na Escolinha do Professor Raimundo, morreu e o corpo foi encontrado no apartamento onde morava no Centro de São Paulo.

O baixista Ubirajara Penacho dos Reis, o Bira, morreu neste domingo, 22, aos 85 anos. O músico ficou conhecido por ter integrado por mais de duas décadas o sexteto musical que participava dos programas de entrevistas do apresentador Jô Soares. Ele havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) e estava internado desde o dia 13 em um hospital na zona leste de São Paulo.

Bira não resistiu a uma parada cardiorrespiratória que sofreu por volta das 7 horas desta manhã. A família ainda não divulgou informações sobre o velório nem sobre o enterro.

No sábado, 21, em contato com a reportagem de VEJA, o saxofonista Derico, outro ex-integrante do sexteto, disse que Bira estava em estado delicado de saúde, com a fala e a deglutição comprometidas em função do AVC. Ele estava internado na UTI do Hospital Sancta Maggiore, na Mooca, em função de uma complicação respiratória.

O baixista também tratava um câncer de próstata, o que, segundo os médicos, agravou os danos neurológicos causados pelo AVC.

Bira atuou entre 1992 e 2016 no conjunto musical fixo dos talkshows Jô Soares Onze e Meia, no SBT, e do Programa do Jô, na TV Globo.

Outra perda do mundo artístico foi Zilda Cardoso, aos 83 anos. Ela faleceu na sexta-feira (20). O corpo foi encontrado pela manhã, no apartamento onde morava no bairro de Santa Cecília, região central de São Paulo. A atriz optou por ser cremada, o que ocorreu no Crematório da Vila Alpina, na Zona Leste de São Paulo, no sábado (21).

A trajetória profissional foi marcada com a personagem “Dona Catifunda” na Escolinha do Professor Raimundo, da TV Globo. Com informações de Veja.