Pandemia afeta Globo e emissora demitirá em junho

0
2143
Compartilhe

 

De acordo com informações publicadas pelo Notícias da TV, o mês de junho deverá ser doloroso para a Globo. A pandemia do novo coronavírus reduziu as receitas publicitárias da emissora e a obrigou a acelerar algumas mudanças que já estava previstas.

Essas mudanças fazem parte do projeto ‘Uma Só Globo’, que unificará cinco unidades de negócio da emissora. Por conta dessa aceleração, a Globo fará cortes de custo, o que incluirá demissões, mas que não chegará a ser um ‘passaralho’, segundo o CFO Manuel Belmar da Costa.

“O pós-Covid-19 traz a necessidade de aceleração das mudanças. A economia parou, o mundo parou, não só a Globo”, afirmou. “Optamos por não fazer nada [demissões] em abril e maio, no início da pandemia. Haverá corte de pessoas, haverá corte de estrutura, e a gente vai ter desligamentos em junho, sim. Mas não tem passaralho, tem um processo contínuo de transformação”, completou.

O executivo diz que alguns setores poderão ter cortes de 10%, enquanto outras de até 20%, mas também terá áreas que não haverá demissão. Manuel Belmar da Costa revela também que contratações serão efetuadas, principalmente de profissionais de tecnologia.