Sobrinha-neta de Kennedy e filho de 8 anos morrem em passeio de canoa

0
679
Compartilhe

 

As buscas por dois membros da família Kennedy desaparecidos durante um passeio de canoa não rendeu frutos, e autoridades americanas os deram como mortos, anunciaram neste sábado familiares.

Trata-se de um novo drama para a célebre dinastia americana, atingida várias vezes por tragédias desde o assassinato, em 1963, em Dallas, do presidente democrata John Fitzgerald Kennedy (JFK).

Sua sobrinha-neta, Maeve Kennedy McKean, 40, não retornou, na última quinta-feira, de um passeio de canoa com o filho Gideon, 8, na baía de Chesapeake, região de Washington, anunciaram autoridades ontem. A guarda costeira, polícia e bombeiros iniciaram buscas, mas não os encontraram.

“As buscas já não eram uma operação de resgate, e sim de recuperação dos corpos”, assinalou em comunicado a mãe e avó das vítimas, Kathleen Kennedy Townsend, filha mais velha do ex-secretário de Justiça Robert Kennedy, irmão de John assassinado em 1968, quando tinhas grandes chances de vencer as primárias para representar os democratas nas eleições presidenciais.

A família enfrentou outros dramas, como a morte de um dos filhos de Robert Kennedy, David, aos 28 anos, de overdose de cocaína em um hotel da Flórida, em 1984.