Ministro critica Ludmilla por ‘lobby descarado pela legalização da maconha’

0
71
Compartilhe

 

O ministro Osmar Terra (Cidadania) publicou nesta 2ª feira (6.jan.2020) vídeo no qual faz críticas à música “Verdinha”, da cantora Ludmilla, que supostamente faz alusão ao plantio e venda da maconha. Também criticou o programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, no qual a cantora apresentou a música, em 23 de dezembro de 2019.

O ministro se disse indignado “com o lobby descarado que está sendo feito para a legalização da maconha”, tanto pela cantora, quanto pela emissora. Para ele, a música é uma “afronta à sociedade”.

“Eu queria falar para vocês da minha indignação com o lobby descarado que está sendo feito para a legalização da maconha. Agora, no programa, às 11 horas da manhã, em 1 programa que as crianças assistem, no programa da Fátima Bernardes, a cantora Ludmilla apresenta 1 vídeo que ela está apresentando inclusive na rede, incentivando o uso da maconha. Ela fuma maconha o tempo todo, chama de apelido e diz que maconha é uma coisa boa. Isso é uma afronta à sociedade”, disse.

“A maconha é uma droga ilegal, proibida por lei. Isso é 1 incentivo a 1 consumo, a 1 crime, que a cantora está promovendo. E isso ser exposto em 1 programa às 11 horas da manhã é outro crime. O cigarro, que é uma droga legal, não tem mais propaganda na televisão. O álcool, só depois das 21 horas. E às 11 horas da manhã no programa aparece a Ludmilla em incentivando o consumo da maconha”, completou.

ASSISTA a entrevista na íntegra.

Osmar Terra é contra a liberação da maconha medicinal e contra a legalização do uso da droga. Deputado licenciado pelo MDB gaúcho, em 2013, Osmar apresentou 1 projeto de lei contra as drogas, que, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, autoriza a internação involuntária de dependentes químicos.

O clipe da música de Ludimilla foi lançado em 29 de novembro de 2019. No vídeo, a artista aparece fumando 1 cigarro que dá a entender ser de maconha, mas as ‘verdinhas’ que aparecem no clipe são hortaliças cultivadas dentro de uma estufa.

Na letra, a cantora diz que planta e vende “grama da verdinha”. “Eu fiz 1 pé lá no meu quintal, tô vendendo a grama da verdinha a 1 real”, diz trecho. Também afirma que apesar disso, é uma pessoa “dedicada” e que em sua casa “não falta nada”.

Fonte: Poder 360