Rosalía é o destaque no Grammy Latino

0
276
Compartilhe

 

Anavitória, Marília Mendonça, Mar’Nállia, Gilberto Gil não saíram de mãos abanando de Las Vegas.

A 20ª edição do prêmio Grammy Latino, realizado na noite desta quinta-feira, 14, em Las Vegas, teve brazucas que se destacaram: Anavitória (Melhor álbum contemporâneo em língua portuguesa); BaianaSystem (melhor álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa); Mart’Nália (melhor álbum de samba/pagode); Gilberto Gil (melhor álbum de MPB); e Marília Mendonça (melhor álbum de sertanejo).

A cerimônia foi conduzida pelo cantor Ricky Martin e pelas atrizes Roselyn Sánchez e Paz Vega. A grande vencedora da noite foi o fenômeno pop da Espanha Rosalía, que venceu cinco das seis categorias em que foi indicada.

No palco, além de Rosalía, se apresentaram Residente, Bad Bunny, Luis Fonsi, Farruko, Ozuna, Alicia Keys, Miguel, Juanes e Alejandro Sanz. O show de abertura foi protagonizado por Anitta, Prince Royce, Fito Paez e Natalia Jimenez.

A noite concentrou diversas manifestações políticas. Mon Lafarte, vencedora da categoria melhor álbum de música alternativa, escreveu em seus seios a mensagem ‘En Chile torturan, violan y matan’ (‘No Chile, eles torturam, estupram e matam’), com letras pretas e maiúsculas.

Anitta posa no tapete vermelho do Grammy Latino
Anitta posa no tapete vermelho do Grammy Latino

Foto: Judy Eddy/WENN.com / Reuters

O chileno Beto Cuevas cumprimentou o gesto de seu compatriota, garantindo que ‘o povo chileno acordou, explodiu’, apesar de lamentar ‘o nível de violência’. “Espero que isso pare em breve, mas acredito que as autoridades e o governo entendam que isso a desigualdade tem que acabar”, disse.

Durante o evento, houve também mensagens de protesto contra os governos da Venezuela e Nicarágua, de Luis Enrique e C4 Trío, e uma referência a toda a região na voz do porto-riquenho Residente, que ao vencer a categoria de vídeos curtos dedicou seu prêmio a “todas as pessoas que estão se manifestando na América Latina”. “Não podemos permitir que os governos continuem nos tirando de idiotas”, declarou. /Com informações das agências EFE e AP.

Cantora chilena Mon Laferte faz protesto durante premiação do Grammy Latino 2019 — Foto: Joe Buglewicz / Getty Images / AFP Photo

Confira a lista de vencedores das principais categorias do Grammy Latino

  • Álbum do ano: El Mal Querer, de Rosalía
  • Gravação do ano: Mi Persona Favorita, de Alejandro Sanz com Camila Cabello
  • Música do ano: Calma, de Pedro Capo, Gabriel Edgar Gonzalez Perez e George Noriega
  • Melhor novo artista: Nella
  • Melhor álbum de pop contemporâneo: El Mal Querer, de Rosalía
  • Melhor álbum de pop tradicional: Agustin, de Fonseca
  • Melhor álbum de música urbana: X 100Pre, de Bad Bunny
  • Melhor álbum de rock: Monte Sagrado, de Draco Rosa
  • Melhor álbum de pop/rock: Cargar La Suerte, de Andres Calamaro
  • Melhor álbum de música alternativa: Norma, de Mon Laferte
  • Melhor álbum de salsa: Mas De Mi, de Tony Succar
  • Melhor álbum de tango: Revolucionario, de Quinteto Astor Piazzolla
  • Melhor álbum de jazz latino: Jazz Bata 2, de Chucho Valdes
  • Melhor vídeo musical curto: Banana Papaya, de Kany Garcia e Residente
  • Melhor vídeo musical: Lo Que Fui Es Lo Que Soy, de Alejandro Sanz