Após orçamento impositivo, deputados aumentam valor das emendas em 30%

0
103
Compartilhe

Total à disposição vai passar dos atuais R$13,7 bilhões para R$17,8 bilhões até 2021

 

Parlamentares até hesitam em aprovar projetos que melhorem a vida das pessoas, mas não descuidam deles próprios. Além de aprovar emenda constitucional que obriga o governo a pagar integralmente emendas parlamentares, também reajustaram o total em 30%, até 2021. Emendas individuais e de bancada que totalizam R$ 13,7 bilhões este ano vão custar pelo menos R$ 17,8 bilhões daqui a dois anos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Os 594 senadores e deputados ganham emendas. São R$15,4 milhões por parlamentar e R$170 milhões para cada uma das 27 bancadas.

Apenas as 27 emendas de bancadas estaduais, que este ano vão nos custar R$ 4,5 bilhões, pulam para R$ 6,7 bilhões no ano que vem.

Até 2021, cada uma das bancadas estaduais do Congresso terá ao menos R$313 milhões para gastar. Total: R$8,5 bilhões.

Foto: Andrea Marques/Câmara