Greve dos metroviários termina

0
113
Compartilhe

Apesar do anúncio do fim da mobilização dos empregados, pela manhã muitos usuários reclamaram de atraso no fluxo das composições. Serão descontados os dias não trabalhados dos funcionários, segundo ordem judicial

A direção da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) divulgou nota sobre o encerramento da greve.

A empresa considerou positiva a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), que determinou o retorno aos trabalhos, a partir do dia 18/7, dos empregados que estão em greve.

Os maiores beneficiados serão os mais de 190 mil usuários diários do transporte, que enfrentam trens lotados e demora na chegada às estações desde o dia 2 de maio.

Veja trecho da nota do Metrô:

“Esclarece-se que, apesar de a greve não ter sido considerada abusiva, como a maioria dos pedidos do sindicato foram rejeitados, não foi deferido nenhum benefício coletivo aos empregados. O pagamento dos dias não-trabalhados pelos grevistas, apesar de autorizado, não será realizado até trânsito em julgado (conclusão do julgamento) da questão no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em virtude da decisão do presidente do tribunal, ministro João Batista Brito Pereira, que permitiu ao Metrô-DF o desconto dos salários dos que fizerem greve”. Com informações da assessoria do Metrô-DF.