Janaína Paschoal critica ‘carnaval’ em torno de mensagens de procuradores

0
115
Compartilhe

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) deu sua opinião sobre o que chamou de “carnaval” em torno das mensagens divulgadas pelo site Intercept e atribuídas a procuradores da Lava Jato e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro (então juiz responsável pelo caso).

A parlamentar cobrou as “altas revelações” prometidas pelo site quando publicou a primeira reportagem. “Segundo anunciado, o enorme volume de material estava sendo analisado para tanto… OK, cadê?”, disse.

De acordo com Janaína, ela só vai se manifestar sobre o caso em si quando todas as mensagens forem divulgadas, mas ressaltou ser “hilário” que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) esteja discutindo em um grupo de mensagens o que fazer com os procuradores que se falaram em grupo de mensagens. “Será que ninguém percebe o pitoresco da situação? Pena eu não ser uma escritora, fosse, não faltaria material”, ironizou.

Sobre as acusações feitas contra os envolvidos, pelo site e outros veículos de imprensa, Janaína tripudiou da hipocrisia da situação. “Em um país em que parentes de ministros advogam nos Tribunais Superiores; em que a nata da advocacia criminal faz jantar homenagem ao presidente da Corte que julgará suas causas; em que o magistrado da causa oferece jantar de aniversário para a parte; em que um ex-ministro de Estado se refere a um Ministro do STF como ‘nosso advogado’ e ninguém se considera suspeito, data venia, parece piada querer fazer um carnaval por causa de três frases em um grupo de whatsapp. Faz-me rir!”, disse.

A deputada disse defender a liberdade de manifestação, expressão e do trânsito livre de informação, mas duvida que haja mais conteúdo. “Só estou dizendo que o site dos psolistas não tem nada. Se tivesse, já teria publicado”, explicou. “Se algo significativo for publicado, eu volto a avaliar e não tenho medo nenhum de mudar de opinião. Por enquanto, é só espuma!”

A suspeita de que o “carnaval” tem o objetivo de libertar o ex-presidente Lula não convence “muito embora possam querer usar para tanto”, disse Janaína. “Na melhor das hipóteses, querem prejudicar a reforma da previdência, que só ajudará o país e as camadas mais desfavorecidas da população. Mas PT e PSOL não se preocupam com o povo, preocupam-se com os sindicatos, com as Associações, com aqueles que têm representação e força”.

Para concluir, a parlamentar cobrou o fim da “firula” e divulgação do conteúdo completo. “Bora parar de firula e mostrar logo o que tem aí. O país precisa caminhar, não temos tempo para ficar esperando o show dos psolistas, que não deixam de ser petistas arrependidos”, concluiu. (DP)