Conselho Europeu ameaça não dar continuidade a livre comércio União Europeia-Mercosul

0
142
Compartilhe

Presidente da entidade declara que a medida pode ser tomada em virtude da postura do governo brasileiro quanto aos incêndios na região amazônica

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse que é difícil imaginar um possível acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul, depois da postura do governo brasileiro no tocante aos incêndios florestais na Amazônia. A declaração ocorreu durante entrevista coletiva antes do início da Cúpula do G7, em Biarritz, na França, neste sábado (24). O encontro vai até segunda-feira (26).

O acordo será submetido a todas as  casas legislativas dos dois blocos de países envolvidos. E ainda da própria União Europeia.

Na próxima terça-feira (27) o presidente Jair Bolsonaro se reunirá com governdores da região da Amazônia Legal para discutir ações de combate aos incêndios e diminuir  desmatamentos.

As ações do governo federal acontecem após a repercussão do aumento dos focos de queimadas que é uma rotina nesta época do ano. E não só na região amazônica, mas em outras regiões onde existe vegetações que sofrem com a falta de chuvas.

O presidente da França Emanuel Macron reiterou que, no encontro do G7, as nações discutam, a partir deste sábado, a situação da Amazônia.