André Brandão é escolhido para colocar o BB mais perto da inovação e do cliente digital

0
25
Compartilhe

 

O Banco do Brasil divulgou um comunicado nesta sexta-feira (14) no qual nomeou André Brandão para o cargo de presidente do banco. Brandão assume a vaga deixada por Rubem Novaes, que anunciou sua saída no final de julho.

“Após comunicação formal, via ofício do Ministério da Economia, desta data, iniciou-se no âmbito do BB os procedimentos de governança necessários à confirmação da elegibilidade do Sr. André Guilherme Brandão para assumir o cargo de presidente da companhia”, diz o Banco do Brasil em comunicado.

Brandão era chefe global do HSBC para as Américas. Mas antes de trabalhar no HSBC, o executivo permaneceu mais de dez anos no Citibank.

Ao anunciar a saída do cargo, Novaes afirmou por meio de nota que o banco “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário” – ele havia assumido o cargo em janeiro de 2019, no início da gestão Bolsonaro.

O nome de Brandão é considerado bom entre a ala mais pragmática do Ministério da Economia e do governo. Bom trânsito e relacionamento com o setor financeiro também contou bastante, além da capacidade para colocar o BB em compasso com o mercado com clientes mais exigentes e ávidos por inovação e desenvolvimento digital.