Comitiva do chefe da Firjan cobra de Bolsonaro dívida de 59 anos

0
57
Compartilhe

Eduardo Eugênio, o presidente da Federação das Indústrias do Rio, a Firjan, parece ter lançado sua campanha para o nono mandato consecutivo à frente da entidade.

Na semana passada, ele levou uma comitiva de 52 pessoas para audiência com Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. No meio dessa turma estavam 40 presidentes de sindicatos empresariais fluminenses, que serão eleitores na eleição da Firjan, no ano que vem.

O curioso foi a pauta da conversa: uma suposta dívida de 22 bilhões de reais que a União teria com o Rio, por causa da transferência da capital para Brasília há… 59 anos.

Eduardo Eugênio é o mais longevo entre os 27 presidentes de federações estaduais das Indústrias do país. Está há 24 anos – num total de oito mandatos – na dianteira da entidade. Se conseguir se reeleger, Eduardo Eugênio ficará no cargo até 2024.(Veja)