Lula usou jatinho de Luciano Huck

0
215
Compartilhe

 

Sócio em 50% da aeronave, aquela que fora financiada pelo BNDES, o apresentador da Globo usa o avião nas gravações do Caldeirão do Huck.

O jatinho particular PP-HUC, que trouxe o ex-presidente Lula de Curitiba para São Paulo, neste sábado (9), pertence às empresas Icon Táxi Aéreo e Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos – a última, dos apresentadores Luciano Huck e Angélica. A informação foi confirmada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), segundo a revista Veja.

Embora a aeronave, um Embraer Phenom 300, seja 50% da Icon e 50% da Brisair, ela é utilizada por Huck para gravar o programa Caldeirão do Huck, na Rede Globo. Quando não está com ele, o avião fica à disposição da Icon.

“A aeronave faz parte da frota da Icon Taxi aéreo e, por meio da empresa, foi contratada para o voo, pois estava disponível na data solicitada. A agenda de locação das aeronaves é de responsabilidade da Icon Taxi Aéreo”, disse a assessoria do apresentador, em nota enviada à revista Veja.

Polêmica

O aivão, que tem licença para uso privado e capacidade para até oito passageiro, foi financiado com recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que emprestou R$ 17,7 milhões à Brisair em 2013.  O empréstimo, financiado com juros de 3% ao ano, sempre teve documentos abertos ao público.

Mesmo assim, em agosto, a situação virou polêmica após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) dizer que Huck e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) – que também possui um avião financiado dessa forma – teriam “mamado nas tetas do governo”.

O presidente citou a abertura da “caixa-preta” do BNDES. “Já apareceu aquela galerinha da compra de aviões com 3% ao ano… Que teta hein, que teta”, disse. “Quer R$ 20 milhões emprestados com juros de 3% ao ano?”, questionou, em seguida.

“Segunda-feira já tem a primeira parte da caixa-preta do BNDES. Pessoal que comprou jatinho, pessoal que comprou jatinho… só dois bilhões de reais. Todo o pessoal com jatinho, gente amiga do rei. Gente que tá dizendo por aí, por exemplo, que estamos no último capítulo do fracasso do Brasil. ‘Eu sou opção para 2022’. Pode até ser, mas a gente vai mostrar o que você fez”, continuou Bolsonaro, em uma de suas lives semanais.