Correios é primeiro a iniciar processo de privatização por Bolsonaro

0
285
Compartilhe

A justificativa é o rombo superior a R$ 11 milhões no Postalis e de R$ 3,9 bilhões no Postal Saúde foram apontados pelo Ministério da Economia.

Nesta quarta-feira (21) o presidente Jair Bolsonaro bateu o martelo e elencou as empresas que serão privatizadas. Primeiramente, as empresas vão passar por Programa de Parceria de Investimentos (PPI), e em seguida tem início o processo de privatização, propriamente dita. Bolsonaro falou com jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada antes de seguir para os compromissos do dia. Em primeiro lugar ficou a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, os Correios. Também serão privatizadas Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a Telebras, a Eletrobras, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (DataPrev), entre ouras. Confira lista abaixo.

“Ah, não é vão ser privatizadas, vão entrar no PPI para começar o processo de privatização”, respondeu Bolsonaro a jornalistas na manhã desta quarta-feira (21).

Ele avisou que o processo dos Correios se encerra ainda neste ano, mas ele lembrou que é um processo demorado, justamente porque precisa de aval do Congresso.

Fundo de pensão

De acordo com levantamento do Ministério da Economia o rombo de R$ 11 bilhões no fundo de pensão dos funcionários, o Postalis. Além disso, o Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários, tem um rombo de R$ 3,9 bilhões.

O estudo diz que os Correios são uma “vaca indo para o brejo”, envolvendo “risco fiscal de R$ 21 bilhões”

A lista das 17 empresas sem ordem cronológica:

  1. Emgea (Empresa Gestora de Ativos);
  2. ABGF (Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias);
  3. Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados);
  4. Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social);
  5. Casa da Moeda;
  6. Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo);
  7. Ceasaminas (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais);
  8. CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos);
  9. Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A.);
  10. Codesa (Companhia Docas do Espírito Santo);
  11. EBC (Empresa Brasil de Comunicação);
  12. Ceitec (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada);
  13. Telebras
  14. Correios
  15. Eletrobras
  16. Lotex (Loteria Instantânea Exclusiva);
  17. Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo).