Fim do prazo! Saque do FGTS finaliza hoje (31) com R$14 bi disponíveis

0
11
Compartilhe

 

Atenção trabalhador! Hoje (31) é o ultimo dia para fazer o saque do FGTS na modalidade imediato. A partir do mês que vem os valores retornam as contas do fundo. Mas, por enquanto, ainda restam R$14 bilhões para serem retirados.

 

Os valores que não forem sacados pelos trabalhadores voltam para as contas do FGTS do trabalhador, com os reajustes devidos no período, sem qualquer encargo para os titulares das contas, de acordo com a Caixa Econômica Federal.

Em meio a pandemia causada pelo coronavírus, a Caixa lembra e reforça que o saque FGTS em todas suas modalidades podem feitas feitas através do aplicativo FGTS gratuitamente e totalmente online.

Pelo App, o dinheiro também pode ser transferido para outra conta do trabalhador em qualquer banco o que evita a ida até uma agência para a realização da transação. Não é cobrado valor adicional por isso.

O horário de atendimento das agências da Caixa está reduzindo, funcionando apenas das 10 as 14 horas. Para os clientes que se encaixam no grupo de risco, como os idosos, algumas agências estão abrindo as 9 horas para atendimento exclusivo a este grupo mais suscetível ao coronavírus.

A Caixa divulgou um balanço que mostra que 60 dos 96 milhões de trabalhadores com direito a receber o abono, tinham realizado o saque do FGTS até o dia 24 de março.

Do total de R$42,6 bilhões liberados, R$28 bilhões já foram pagos. Este total sacado representa 63% dos trabalhadores retirando 66% dos recursos.

Para os correntistas da Caixa, o depósito acontece automaticamente. Caso o trabalhador correntista não queira sacar o valor, devem comunicar a Caixa até dia 30 de abril que prefere que o dinheiro permaneça no fundo.

Valor do saque do FGTS

O que define o valor a ser sacado é a quantidade de dinheiro que havia na conta do trabalhador no dia que a medida provisória responsável por liberar o dinheiro passou a vigorar.

  • Quem tinha até R$ 998 na conta em 24 de julho de 2019 pode sacar todo o dinheiro da conta.
  • Quem tinha mais de R$ 998 na conta de 24 de julho de 2019 pode sacar R$ 500 da conta.

Trabalhadores que já sacaram R$500 podem ter direito a sacar adicional

O limite de saque maior no valor de até R$998 passou a valer em dezembro. A esta altura, muitas pessoas já tinham sacado os R$500 liberados anteriormente. Com isso, é possível que esses trabalhadores possam sacar um valor complementar de até R$498.

Como mencionado, o prazo máximo para a retirada é 31 de março. Caso o trabalhador não faca o saque, o dinheiro retorna para o fundo de garantia, o que vai restringir sua retirada a apenas algumas opções, como compra de casa própria ou aposentadoria.

Consulta ao saldo disponível

Antes de fazer o saque é preciso saber quanto dinheiro o trabalhador tem disponível em suas contas. Para esta consulta acesse o site da Caixa ou utilize o aplicativo FGTS.

Se não tiver um cadastro prévio, deverá fazê-lo antes de consultar seu saldo. Apos o cadastro, ele terá acesso ao sistema.

Os trabalhadores não são obrigados a sacar o dinheiro do FGTS. O dinheiro que permanece no fundo ganha rentabilidade.