Inter tem dois gols anulados, mas bate a Chapecoense e emplaca 4ª vitória seguida

0
108
Soccer Football - Brasileiro Championship - Internacional v Chapecoense - Beira Rio Stadium, Porto Alegre, Brazil - September 22, 2019 Internacional's Rodrigo Lindoso celebrates scoring their first goal REUTERS/Diego Vara TPX IMAGES OF THE DAY
Compartilhe

 

O time colorado chegou a ter dois gols anulados pelo árbitro de vídeo antes de garantir o resultado nos minutos finais.

 

Após a frustração de perder a final da Copa do Brasil para o Athletico-PR, o Internacional voltou a vencer. Neste domingo, o time gaúcho superou a Chapecoense por 1 a 0 no Beira-Rio, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, e emplacou o quarto triunfo seguido pelo torneio nacional.

O time colorado chegou a ter dois gols anulados pelo árbitro de vídeo antes de garantir o resultado nos minutos finais. O primeiro foi invalidado em razão de impedimento e o segundo, por conta de uma falta.

Com a vitória, o Inter se manteve na quarta colocação, agora com 36 pontos. Flamengo, com 45, Palmeiras, com 39, e Santos, com 37, completam o topo da tabela. Desses, apenas o time paulista ainda joga na rodada.

Em situação oposta, a Chapecoense está na penúltima colocação com 14 pontos, acima apenas do rival Avaí, que tem um ponto a menos. O Fluminense, primeiro time fora da zona do rebaixamento, já soma quatro pontos a mais do que a Chapecoense e ainda joga neste domingo contra o Goiás.

O Inter começou melhor no primeiro tempo e dominou o adversário. De tanto insistir, Wellington Silva chegou a balançar as redes aos 31 minutos, mas o gol foi anulado por impedimento de Paolo Guerrero após consulta do árbitro de vídeo.

O gol invalidado deixou o time gaúcho ainda mais impaciente, tentando resolver a partida com pressa e forçando lançamentos diretos buscando o peruano Guerrero.

Na segunda etapa, a Chapecoense conseguiu equilibrar a partida. O time visitante deixou de ficar fechado como fazia na primeira metade do jogo e passou a incomodar o adversário não apenas nos contra-ataques, mas também construindo jogadas com tabelas de pé em pé quando tinha a posse de bola.

A pressão do Inter só se intensificou nos minutos finais e até parecia que tinha surtido efeito aos 35 minutos, quando Neílton aproveitou a sobra dentro da área e completou para o gol. No entanto, o lance foi anulado mais uma vez com o auxílio do VAR, frustrando ainda mais o torcedor presente ao Beira-Rio.

Pouco depois, aos 39, Rodrigo Lindoso aproveitou rebote do goleiro após cobrança de escanteio e finalmente o gol valeu, para alívio do Internacional e de seus torcedores.

O Inter volta a campo na próxima quarta-feira, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, para enfrentar o líder Flamengo, no Maracanã, às 21h30, enquanto a Chapecoense só joga no domingo, dia 29 de setembro, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba. O duelo contra o Corinthians, na Arena Condá, foi adiado para o dia 2 de outubro.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 0 CHAPECOENSE

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel (Neilton); Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; Nico López (Sarrafiore), Guerrero e Wellington Silva (Guilherme Parede). Técnico: Odair Hellmann.

CHAPECOENSE – Tiepo; Eduardo, Gum (Maurício Ramos), Rafael Pereira (Douglas) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Camilo; Arthur Gomes, Renato (Henrique Almeida) e Everaldo. Técnico: Marquinhos Santos.

GOL – Rodrigo Lindoso, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS – Tiepo, Gum, Camilo e Everaldo (Chapecoense).

RENDA – R$ 904.128,00.

PÚBLICO – 20.104 pagantes (24.362 total).

LOCAL – Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).