O que Casares e a diretoria do São Paulo respondem sobre Daniel Alves no Fla

0
83
Compartilhe

 

Por Jorge Nicola

 

A especulação de que Daniel Alves pode jogar no Flamengo agitou o fim de semana de torcedores do São Paulo e do Rubro-Negro, especialmente pelo fato de os dois times não terem entrado em campo. O boato surgiu depois de um encontro de apoiadores de Julio Casares, candidato à presidência tricolor, no sábado, como revelou o jornalista José Eduardo Savoia.

Mas nem Casares, tampouco os dirigentes mais próximos de Leco acreditam em uma negociação como essa. “Não tratamos sobre isso”, afirma Casares. O que imagina-se que pode ter acontecido é um papo sobre Daniel Alves entre aliados do candidato, mas sem qualquer efeito prático na diretoria. Isso porque Casares anda distante de Leco.

Porém, no CT da Barra Funda, tal tema é tratado como absolutamente inviável. Embora tenha toda dificuldade do mundo em pagar o salário de R$ 1,5 milhão mensal de Daniel Alves, Raí, Alexandre Pássaro e Fernando Diniz entendem que o lateral/meia tem papel absolutamente decisivo dentro do time que ainda sonha com títulos da Libertadores e do Brasileirão.

A impressão dentro do departamento de futebol tricolor é de que o boato faz parte de alguma ação política, lembrando que haverá eleição para definir um novo presidente no fim deste ano

Embora o Flamengo busque um lateral-direito e Domènec Torrent já tenha trabalhado com Daniel Alves – eles estiveram juntos por quase três anos no Barcelona, a eventual chegada do jogador à Gávea neste momento parece inviável do ponto de vista financeiro. É que o Fla fechou o primeiro semestre deste ano com déficit de R$ 26 milhões. E Rafinha já é titular absoluto da lateral e, assim com Daniel Alves, já tem idade avançada.

Fonte: Yahoo Esporte