STJD pune Felipe Melo por cotovelada em jogador do Bahia

0
77
Compartilhe

Ato do volante de 36 anos foi enquadrado como “agressão física”; com isso, jogador desfalcará o Palmeiras no Brasileirão

Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) condenou nesta sexta-feira, 23, o volante Felipe Melo, do Palmeiras, a cumprir quatro jogos de suspensão por uma cotovelada na partida contra o Bahia, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador de 36 anos foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata sobre agressão física, mas o clube paulista vai recorrer da decisão.

Felipe Melo foi expulso do jogo contra o Bahia depois de uma disputa com o atacante Lucca, quando ele ergueu o braço para tentar o cabeceio e acertou em cheio o rosto do adversário. O árbitro mineiro Igor Benevenuto aplicou o cartão vermelho e relatou na súmula a agressão “(Foi expulso) por golpear o rosto do adversário com o braço, usando força excessiva na disputa de bola. O atleta atingido necessitou de atendimento médico”, escreveu.

O volante do Palmeiras poderia levar até 12 jogos de suspensão pela cotovelada, mas os auditores optaram pela pena mínima, de quatro jogos, prevista no artigo. Felipe Melo deverá desfalcar a equipe contra o Flamengo, Goiás e Fluminense, já que cumpriu suspensão automática contra o Grêmio, no último sábado. O jogador só poderá disputar as partidas caso o Palmeiras consiga um efeito suspensivo da decisão do STJD.

Conhecido pelo mau temperamento, Felipe Melo também foi expulso na vitória por 1 a 0 contra o Grêmio, na última terça-feira, 23, em Porto Alegre, no primeiro jogo das quartas de final da Copa Libertadores. O volante, portanto, ficará de fora da partida de volta, no estádio do Pacaembu, marcada para a próxima terça.

(Com Estadão Conteúdo)