As calorias ocultas: hábitos inofensivos que sabotam a dieta

0
409
Compartilhe

 

 

Na hora de comer o restinho de comida do filho e aceitar a bala do carro do aplicativo. Atitudes que atrapalham o regime.

 

Quem está de dieta faz de tudo para evitar ingerir calorias extras, especialmente fora das refeições principais. No entanto, mesmo quem conta cada grama da alimentação ou marca tudo o que comeu durante o dia em algum aplicativo de celular, por exemplo, ainda pode estar consumindo mais calorias do que imagina.

Como? As calorias “inofensivas”. Esses alimentos podem estar nos ambientes mais inesperados e, por esse motivo, as pessoas deixam de notá-las – e controlar sua ingestão. E quais seriam elas? O site Medical Xpress preparou uma lista com todos os ambientes onde elas podem ser esconder. Confira.

No ambiente de trabalho

Se o seu local de trabalho costuma deixar uma mesa com balas, sucos, lanches e outras guloseimas à vista, talvez você esteja ingerindo algumas delas sem contabilizar o que está comendo. Mas cada bala, chiclete ou pirulito tem sua porção de calorias que podem contribuir para o ganho de peso. Portanto, se for comer, não esqueça de adicioná-las à contagem diária.

As balinhas oferecidas no transporte particular também não devem ser ignoradas.

Supermercado

Em alguns supermercados ou lojas de doces, por exemplo, é comum que se ofereçam amostras grátis para atrair clientes. Quando você aceita, geralmente esquece que está ingerindo calorias e não as coloca na contagem. Nesses casos há duas opções: resistir à tentação ou aceitar e contar as calorias extras.

Em casa

É normal provar a comida enquanto está cozinhando para verificar o sabor, se tem sal suficiente, se já está cozido, etc. Mas cada colherada tem sua dose de calorias, mesmo que seja uma receita saudável. Assim, evite ficar experimentando demais a comida. Você pode pedir para outra pessoa experimentar no seu lugar – preferencialmente alguém que não esteja de dieta.

Outra caloria oculta no lar é um perigo especialmente para quem tem filhos pequenos. Nem sempre a criança come a refeição por completo e, para evitar jogar comida fora, muitas mães – ou pais – tendem a comer o restante da comida. Essas calorias não costumam ser contabilizadas, não é verdade? Se sua preocupação com o desperdício for muito grande, a sugestão é guardar as sobras na geladeira para que a criança coma em outro momento – ou você coma por ela.

À noite antes de dormir, para compensar o dia corrido, costuma-se apelar para um lanche que conforte. Muita atenção às escolhas nesse momento.

Agora que já sabe onde se esconde o perigo, fique atento a ele. E não esqueça: nunca faça dieta sem consultar um médico.