Os 5 exercícios que mais ajudam a emagrecer (da corrida à dança de salão)

0
884
Compartilhe

A descoberta é da Universidade Nacional de Taiwan — 18.424 pessoas com idade entre 30 e 70 anos foram analisadas

 

A “fórmula do sucesso” para quem deseja perder peso e manter a perda é combinar alimentação saudável e a prática de atividade física. Isso não se discute. Mas poucos conseguem segui-la. O erro pode estar na escolha dos exercícios praticados. É o que garante o  novo estudo publicado na revista PLOS Genetics.

A pesquisa mostra que alguns exercícios físicos podem ser mais eficientes para pessoas com maior tendência a engordar. No topo da lista está a corrida, com os melhores resultados na perda de peso, seguido por alpinismo (escalada), caminhada, práticas longas de ioga, e alguns tipos de dança de salão, como foxtrote e valsa.

“Nossas descobertas mostram que os efeitos genéticos nas medidas de obesidade podem ser reduzidos em vários níveis através da realização de diferentes tipos de exercício. Além disso, percebemos que os benefícios do exercício físico regular são mais impactantes em indivíduos com maior predisposição à obesidade”, explicaram os autores no estudo.

Esse não é o primeiro trabalho a mostrar que a genética pode ser superada por meio da atividade física.

As descobertas

Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores da Universidade Nacional de Taiwan analisaram dados de 18.424 chineses entre 30 e 70 anos. Os dados recolhidos incluíram a análise da interação entre a genética dos indivíduos e a rotina de exercícios praticados. A equipe ainda verificou cinco medidas de obesidade, incluindo índice de massa corporal (IMC), porcentual de gordura corporal e relação cintura-quadril para examinar a concentração de gordura abdominal (fator que influência também no risco cardiovascular).

Os resultados mostraram que entre as dezoito modalidades de exercício praticadas pelos participantes, seis foram capazes de atenuar os efeitos genéticos em pelo menos uma medida de obesidade. No entanto, apenas uma modalidade foi capaz de interferir em três medidas: a corrida. Isso levou os pesquisadores a concluir que esse é o melhor exercício para quem tem tendência ao ganho de peso.

Outras modalidades que se destacaram foram alpinismo, caminhada leve, caminhada intensa, ioga e dança de salão. A equipe ainda descobriu que atividades físicas populares, como natação, ciclismo, alongamento e danças baseada em jogos (como just dance) não modificam efeitos genéticos. Apesar do resultado, especialistas destacam que atividades aeróbicas, como corrida, precisam ser intercaladas com exercícios de força, como musculação, para fortalecer os músculos e preservar a massa magra e a perda de peso a longo prazo.

Qualquer que seja a sua escolha, vale lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda praticar pelo menos 150 minutos de exercício físico por semana (o equivalente a meia hora por dia, cinco dias por semana).(Veja)