Major Olímpio, sem rodeios, diz que quer Flávio Bolsonaro fora do PSL

0
48
Compartilhe

 

Outros parlamentares da legenda receberam telefonemas do filho do presidente para evitar a abertura da CPI da Lava Toga

As rusgas entre correligionários do PSL na órbita da concepção da CPI da Lava Toga continuam nos bastidores e fora deles. O líder da sigla, Major Olímpio (SP) expressou, nesta segunda-feira (16), o desejo de ver saindo do partido nada mais nada menos que o filho do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (RJ).

Flávio teria pressionado a senadora Juíza Selma a votar contra a instalação da CPI, que vai investigar integrantes no Supremo Tribunal Federal. Ligações com o mesmo teor foram feitas à Soraya Thronike e ao próprio Olímpio.

“Nós que representamos a bandeira anticorrupção do presidente. Eu tentei convencer a senadora Juíza Selma a ficar e resistir conosco. Quem tem que cair fora do PSL é o Flávio, não ela. Gostaria que ele saísse hoje mesmo”, declarou o líder da legenda.

No entanto, Major Olímpio não deve entrar no Conselho de Ética do PSL contra Flávio Bolsonaro porque ele, legalmente, não feriu nenhuma regra. “Só traz muita vergonha a nós”, finalizou.