DEM cobra explicações de deputado federal sobre golpes no exterior

0
215
Compartilhe

 

A legenda afirmou que está acompanhando todos os desdobramentos dos casos.

 

A Executiva Nacional do Democratas (DEM) quer ouvir o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) após as acusações de que o parlamentar teria aplicado golpes milionários nos Estados Unidos.

A decisão ocorreu nesta segunda-feira (9), depois de uma reunião da legenda, que fez a solicitação formal. Por nota, o partido afirmou que está acompanhando todos os desdobramentos do caso. O partido não rejeita a ideia de abrir um processo disciplinar interno contra Miranda. “Para este caso, se houver sanção, a penalidade vai desde notificação à expulsão”.

O Tribunal Regional do Distrito Federal (TRE-DF) começa a ouvir, nesta segunda, as testemunhas dos casos contra o parlamentar. Miranda responde a quatro processos no tribunal.

As denúncias são sobre supostos golpes que o deputado teria plicado em sócios de uma empresa nos Estados Unidos.  Cerca de 250 pessoas teriam sido enganadas pelo parlamentar, os prejuízos são estimados em R$ 9 milhões. Miranda afirma que está ressarcindo todas as pessoas prejudicadas.

Passaporte apreendido

A Justiça Federal de Brasília determinou no mês passado, que Miranda entregue seu passaporte. O deputado era sócio de uma clínica de estética e foi processado porque uma cliente saiu ferida, com queimaduras em todo corpo, após um procedimento de depilação a laser. Condenado a indenizar a vítima em R$90  mil (valores de hoje), jamais cumpriu a sentença. Cabe recurso à decisão. (DP)