Governo de Goiás amplia em 90% número de análises de aposentadoria

0
30
Compartilhe

 

Com o reforço da PGE, a Goiasprev atinge meta inédita de análise de processos e diminui o tempo de espera para a concessão do benefício.

 

Em uma parceria entre a Goiás Previdência e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), a gestão previdenciária dos servidores públicos do Poder Executivo, Polícia e Bombeiro Militar ampliou em 90% o número de análises de processos de pedidos de aposentadoria. Assim, mesmo em teletrabalho em virtude da Covid-19, a equipe do Governo de Goiás praticamente zerou a fila de espera pelo benefício.

Os dados são da Gerência de Análise de Aposentadoria (Geap), responsável por analisar os processos que se iniciam no órgão de origem dos servidores, os quais precisam conter o histórico funcional e toda a documentação probatória, exigidos por lei, para que possa ser concedida sua aposentação.

Segundo a procuradora Cynthia Dayse Rosa Nogueira, gerente do setor, havia um grande número de processos em razão do aumento dos pedidos de acesso à inatividade – em março de 2020, esse número chegou a 738. Com o objetivo de sanar o problema, a Goiasprev, por meio da Geap, solicitou o auxílio da Procuradoria-Geral do Estado, que, em caráter emergencial, disponibilizou os serviços de quatro procuradores do seu quadro, no período de 24 de março a 19 de junho.

Essa força-tarefa resultou em uma meta alcançada de forma inédita: 90% dos processos que estavam aguardando pareceres foram analisados em menos de três meses. Quando o trabalho integrado iniciou eram 830 processos – o dobro do mesmo período de 2019 – restaram 80 aguardando avaliação. A ação colaborou significativamente para a aceleração das concessões das aposentadorias, promoção e transferência para reserva dos militares, e, consequentemente, a diminuição do desgaste junto aos usuários da previdência estadual.

De acordo com Cynthia Dayse, o reforço dos colegas procuradores, por meio da designação da PGE, foi fundamental para que se chegasse a este resultado assim como o empenho de toda a equipe Geap, totalmente integrada nesse desafio.

Para o presidente da Goiás Previdência, Gilvan Cândido da Silva, o Governo do Estado, por meio da Procuradoria-Geral, vem prestando um relevante apoio jurídico ao Regime Próprio de Previdência de Goiás. “Além de termos duas procuradoras à frente de importantes setores da nossa estrutura, temos contado com todo o suporte necessário da procuradora-geral, doutora Juliana Prudente, para que possamos trabalhar com a maior legalidade e transparência possível, conforme as prerrogativas da gestão do governador Ronaldo Caiado”, ressaltou.

Goiás Previdência – Governo de Goiás